AS DIFERENÇAS DO RACISMO NO BRASIL E NOS EUA

UMA APROXIMAÇÃO INICIAL A PARTIR DE UM OLHAR PELO CONTROLE SOCIAL DA POPULAÇÃO NEGRA NO PÓS-ABOLIÇÃO

Autores

Palavras-chave:

Controle social, População negra, Pós-abolição, Criminologia crítica, Ideologia

Resumo

Neste presente artigo, temos por objetivo analisar as diferenças do racismo no Brasil e nos EUA      a partir de um exame dos mecanismos de controles sociais exercidos sobre a população negra no pós-abolição. Ressaltamos a importância de pesquisa nesse sentido, vez que é neste momento histórico que são forjadas algumas determinações da dinâmica do racismo que persistem até hoje na sociedade desses países. A partir de uma breve análise comparativa entre a constituição e os sentidos desses aparelhos de controles, podemos apontar alguns elementos para ajudar na compreensão sobre o “como” e o “porquê” essas nações tomaram caminhos diferentes para subjugar as suas populações negras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renan Santos Ferrão, Faculdade de Direito da Usp

Departamento de Direito do Trabalho e da Seguridade Social- Subarea Crítica Marxista dos Direitos Sociais

Downloads

Publicado

2022-05-30 — Atualizado em 2022-05-31

Versões

Como Citar

FERRÃO, R. S. AS DIFERENÇAS DO RACISMO NO BRASIL E NOS EUA: UMA APROXIMAÇÃO INICIAL A PARTIR DE UM OLHAR PELO CONTROLE SOCIAL DA POPULAÇÃO NEGRA NO PÓS-ABOLIÇÃO. Res Severa Verum Gaudium, Porto Alegre, v. 6, n. 2, 2022. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/resseveraverumgaudium/article/view/121561. Acesso em: 20 ago. 2022.