Planos de Composição em Ato: possibilidades poéticas do cotidiano

Autores

  • Flávio Rabelo
  • Renato Ferracini Ator, pesquisador e Coordenador do LUME Teatro - UNICAMP. Campinas/São Paulo/Brasil.
  • Bruna Reis (Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP, Campinas/SP, Brasil) Doutorando do Programa de Pós Graduação do Instituto de Artes da Cena da Unicamp.

Palavras-chave:

Composição em Ato, Virtual, Presença, Ficção, Realidade

Resumo

Este artigo discute a noção de ação performativa como planos de composição em ato, deslocando a ideia de presença para processos relacionais, nos quais a intensidade da experiência vivida se atualiza no jogo construído a cada instante. Para tanto, apoiamo-nos na experiência de uma pesquisa desenvolvida pelo Núcleo Fuga! como processo criativo que busca fabricar enquadres que tensionam o nexo entre real e ficcional. Desse modo, a partir dos procedimentos escolhidos, artistas e público articulam convites e modos de relação mediados por uma poética híbrida entre dança, teatro e performance, tentando, assim, abrir a escuta às dramaturgias instantâneas que o cotidiano oferece. Tal intento parte do pressuposto de que o Real e a Ficção são planos sobrepostos, existentes numa zona virtual que, ao ser atualizada em ações poéticas pelos artistas em cena, dispara composições cartográficas apoiadas nas relações corpo-ambiente-dramaturgia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2016-04-25

Como Citar

Rabelo, F., Ferracini, R., & Reis (Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP, Campinas/SP, Brasil), B. (2016). Planos de Composição em Ato: possibilidades poéticas do cotidiano. Revista Brasileira De Estudos Da Presença, 6(2), 267–286. Recuperado de https://seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/58386

Edição

Seção

Outros Temas