Notícias

ODIN TEATRET, 55 ANOS - CHAMADA DE ARTIGOS

 

A Revista Brasileira de Estudos da Presença [Brazilian Journal on Presence Studies], periódico eletrônico de acesso livre e revisão por pares, sem taxas de submissão ou publicação, receberá até 15 de novembro de 2018 artigos inéditos dentro do escopo do tema geral ODIN TEATRET, 55 ANOS.

No mundo inteiro, inúmeros teóricos e profissionais interessaram-se pela trajetória do Odin Teatret durante as últimas cinco décadas. Este número da revista pretende focar-se em contribuições da nova geração de pesquisadores, visando trazer os questionamentos que o grupo desperta atualmente no campo das artes cênicas.

O Odin Teatret constitui-se em 1964, começando suas atividades em Oslo (Noruega) antes de instalar-se em Holstebro (Dinamarca) a partir de 1966. Para esse grupo, que em 2019 celebra seus 55 anos de existência, o teatro foi o meio fundamental para explorar o mundo em suas dimensões estética, social, política e antropológica.

Desde seus primeiros anos de atividade, o Odin desenvolveu múltiplas abordagens do universo teatral e do trabalho do performer. Assim, o grupo não se limitou a criar e apresentar espetáculos e demonstrações de trabalho, mas também organizou conferências, encontros, seminários, trocas, filmagens e projeções. Desenvolveu também uma importante atividade editorial que contribuiu à construção de uma sólida relação com o mundo acadêmico. Este conjunto de atividades permitiu ao grupo tecer uma rede de contatos no plano internacional.

Além disso, durante suas carreiras, alguns atores e atrizes do Odin sentiram necessidade de explorar outros centros de interesse e de desenvolver novos grupos de trabalho criando assim sub-redes suplementares. A partir de 1984, visando preservar a existência do grupo, garantir sua longevidade e respeitar as exigências pessoais dos atores, Eugenio Barba abre o Nordisk Teaterlaboratorium (NTL) a atividades externas ao Odin Teatret. Dessa maneira, o Teatro Laboratório interescandinavo para a arte do ator passa a integrar a ISTA (International School of Theatre Anthropology), a editora Odin Teatret Forlag, a produtora e distribuidora de filmes Odin Teatrets Film, mas também os projetos independentes dos membros do Odin, entre os quais o grupo Farfa, Le Pont des vents, Basho, The Canada Project e Magdalena Project.

A criação pelo grupo de um treinamento próprio, graças à contribuição de performers e pedagogos internacionais, assim como a teorização da Antropologia teatral (1979) e a implementação de projetos de pesquisa e pedagogia como a ISTA, figura entre as inúmeras ações que despertaram o interesse e permitiram o encontro de diversas pessoas da área do teatro. Além disso, a estrutura comunitária do Odin, sua vocação social, sua dimensão artesanal, sua longevidade, sua disposição para a cerimônia, sua atenção ao arquivamento e à transmissão, são características únicas no teatro contemporâneo.

Em que consiste hoje o fascínio exercido pelo Odin Teatret sobre os teóricos e profissionais das artes cênicas e que ressonâncias essa atração desperta na cena internacional atual? Como se desenvolve a pedagogia do Odin Teatret e como se articula o diálogo do grupo com o mundo universitário? Qual é a estrutura atual do grupo e em que direção sua pesquisa estética se desenvolve?

Nesses questionamentos sobre o Odin Teatret diante de uma nova geração de pesquisadores, a Revista Brasileira de Estudos da Presença almeja oferecer uma oportunidade para explorar o tema sob diferentes perspectivas. Os autores e autoras podem elaborar ensaios teóricos, artigos provenientes de pesquisas empíricas e/ou históricas em relação a um ou mais dos seguintes tópicos:

-       Odin Teatret: territórios de intervenção, relações com comunidades e grupos teatrais, desenvolvimento de redes individuais e coletivas no exterior (Ásia, Américas, Europa etc.)

-       Odin Teatret e pluridisciplinaridade

-       Nordisk Teaterlaboratorium e pedagogia atual (métodos de transmissão do conhecimento dos atores e atrizes do grupo, projetos de formação e projetos artísticos com jovens performers locais e internacionais)

-       Odin Teatret e processo de criação: dramaturgia, cenografia, figurino, iluminação, prática cênica

-       A música no Odin Teatret

-       O Odin Teatret e as mulheres

-       O treinamento e o trabalho cênico atual dos atores e atrizes do Odin Teatret

-       Odin Teatret e pesquisa: relatos e escritos dos atores e do diretor, publicações do e sobre o grupo nos últimos cinco anos

-       Residências de jovens artistas e profissionais em Holstebro e o impacto das atividades do Nordisk Teaterlaboratorium no território dinamarquês

-       A influência do Odin sobre o espetáculo contemporâneo, no plano nacional e internacional

-       O papel dos arquivos do grupo (Odin Teatret Archives) na pesquisa atual e nos processos de construção da memória do Nordisk Teaterlaboratorium

-       A Antropologia Teatral hoje

Assim, a Revista Brasileira de Estudos da Presença espera receber trabalhos resultantes de pesquisas vinculadas conceitualmente ao campo da performance, do teatro, da dança e de outras linguagens similares, dedicando especial atenção àqueles que utilizam imagens e vídeos para desenvolver suas discussões. Além disso, espera receber trabalhos de áreas imbricadas, fronteiriças e que dialoguem com os termos em tela sob diferentes aspectos. As submissões devem estar de acordo com os padrões do periódico e devem ser postadas diretamente no sistema de submissão para seguir o processo geral de avaliação do periódico. Para submeter um artigo a esta chamada, é fundamental selecionar a seção correspondente (Odin Teatret, 55 anos). Lembramos que o periódico não cobra taxas de submissão, nem de publicação e utiliza o sistema duplo-cego de revisão por pares. O texto pode ser enviado em português, espanhol, inglês ou francês e será publicado em duas línguas. Será solicitado aos autores que enviarem textos em português ou espanhol (e àqueles lusófonos) que enviem uma tradução em inglês. A revista providencia tradução para o português de artigos enviados em inglês ou francês, desde que os autores sejam nativos desses idiomas. Maiores informações podem ser encontradas em nosso website, www.seer.ufrgs.br/presenca; nossas diretrizes podem ser visualizadas em “Diretrizes para Autores”.

 
Publicado: 2018-09-12
 
1 a 1 de 1 itens