Mídia, identidade cultural nordestina: festa junina como expressão

Valdir Jose Morigi

Resumo


Trata-se de um estudo sobre o evento turístico o Maior São João do Mundo, realizado em Campina Grande, na Paraíba. Tomou-se como material de análise as diferentes narrativas sobre a festa junina (organizadores, barraqueiros, participantes, mídia, entre outros). A partir delas procurou-se mostrar quais os elementos que compõem o imaginário da festa e como são realizadas as mediações e as construções da teia significativa que enreda o discurso sobre a identidade regional e a cultura nordestina. A festa de São João é fruto do hibridismo cultural. Nas diferentes narrativas, a festa junina aparece como a síntese das mediações dos sentidos, expressando a identidade cultural nordestina.


Palavras-chave


Identidade Cultural. Cultura Regional. Cultura Nordestina. Festa Junina. São João.

Texto completo:

PDF




Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)