Estudantes de Pedagogia em expedição ao ateliê do artista contemporâneo: encontramos o leão na selva

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/2357-9854.117509

Palavras-chave:

Ensino de Arte. Pedagogia. Ateliê. Formação de professores. Arte contemporânea.

Resumo

O artigo reflete sobre expedições para a galeria/ateliê do artista Ernesto Ferro em Sorocaba, SP, realizadas desde 2013 como parte da formação cultural e artística de pedagogas/os da Universidade Federal de São Carlos. A ação questiona: o que profissionais da Educação podem aprender em expedição ao espaço de trabalho do artista contemporâneo? Verificou-se que são favorecidos os exercícios de apreciação, escuta, observação e imaginação. São ampliadas as possibilidades de exploração de materialidades e de produções atuais que inspiram ações a serem feitas com crianças. É propiciada uma transformação das concepções de arte de futuros/as professores/as.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucia Maria Salgado dos Santos Lombardi, Universidade Federal de São Carlos — UFSCar, Sorocaba/SP

Professora do Curso de Pedagogia da Universidade Federal de São Carlos/Campus Sorocaba, onde lidera o GIAPE – Grupo de Pesquisa sobre Infância, Arte, Práticas Educativas e Psicossociais. Vice-líder do GPAP – Grupo de Pesquisa Arte na Pedagogia. Membro do Fórum de Educação Infantil de Sorocaba e Região. Mestre e doutora em Educação pela Faculdade de Educação/USP.

Referências

ARNHEIM, Rudolf. Arte e Percepção Visual. São Paulo: Nova Versão, 2002.

BARBOSA, Ana Mae. A imagem no ensino da arte: anos 80 e novos tempos. 1. ed. São Paulo: Perspectiva, 1991.

BARBOSA, Ana Mae (org.). Inquietações e mudanças no ensino da Arte. São Paulo: Cortez, 2002.

BARBOSA, Ana Mae. Tópicos utópicos. Belo Horizonte: C/ Arte, 1998.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretrizes curriculares nacionais para a Educação Infantil / Secretaria de Educação Básica. Brasília: MEC; SEB, 2010. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/component/content/article?id=12579:educacao-infantil. Acesso em: 21 set. 2012.

BRASIL. Resolução do CNE/CP nº 1, de 15 de maio de 2006. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia, licenciatura. Diário Oficial da União, Brasília, 16 maio 2006. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rcp01_06.pdf. Acesso em: 20 jun. 2007.

DE LA BARRA, Pablo León. Espaços para a liberdade: por dentro do ateliê do artista. In: Germano, Beta. Espaços de trabalho de artistas latino-americanos. Fotografia Fran Parente. 1. ed. Rio de Janeiro: Cobogó, 2019. p. 12-17.

EGAS, Olga. As coisas escritas não vão ser mais importantes que as coisas desenhadas nas figuras: direitos de aprendizagem em arte. Educação em Foco, Juiz de Fora, Edição Especial, p. 119-132, fev. 2015,. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/edufoco/article/view/19673. Acesso em: 10 abr. 2021.

FARIA, Ana Lúcia Goulart de. A contribuição dos parques infantis de Mário de Andrade para a construção de uma pedagogia da educação infantil. Educação & Sociedade, Campinas, ano XX, n. 69, p. 60-91, dez. 1999.

FARIA, Ana Lúcia Goulart de; MACEDO, Elina Elias de; SANTOS, Solange Estanislau dos. Educação Infantil e diversidade cultural: para uma pedagogia macunaímica. In: ABRAMOWICZ, Anete; VANDERBROECK, Michel (org.). Educação Infantil e diferença. Campinas: Papirus, 2013. p. 49-70.

FERRO, Ernesto. Instante Reflexo. Rio de Janeiro: Ed. Livre Expressão, 2013.

GERMANO, Beta. Espaços de trabalho de artistas latino-americanos. Fotografia: Fran Parente. 1. ed. Rio de Janeiro: Cobogó, 2019.

IMBERNÓN, Francisco. La formación del profesorado. Barcelona: Paidós, 1997.

JUNQUEIRA, Lilian Maus; GOMES, James Zortéa. O ateliê aberto como interface da produção artística em esfera pública: experiências do Atelier SubterrÂnea. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISADORES EM ARTES PLÁSTICAS - TRANSVERSALIDADES NAS ARTES VISUAIS, 18, 2009, Salvador. Anais [...]. Salvador: Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Universidade Federal da Bahia, 2009. v. 1. p. 2068-2082.

LOMBARDI, Lucia Maria Salgado dos Santos. Formação corporal de professoras de bebês: contribuições da Pedagogia do Teatro. 2011. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-21072011-103922/pt-br.php. Acesso em: 10 abr. 2021.

LOMBARDI, Lucia Maria Salgado dos Santos. Teatro no curso de Pedagogia: concepções e mediação cultural. Teatro: criação e construção de conhecimento, v. 5, n. 2, 2017, p. 33-44. Disponível em: https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/teatro3c/issue/view/116. Acesso em: 10 abr. 2021.

MACEDO, Elina Elias de; SANTIAGO, Flávio Santiago; SANTOS, Solange Estanislau dos; FARIA, Ana Lúcia Goulart de. Infâncias e descolonização: desafios para uma educação emancipatória. Crítica Educativa, Sorocaba, v. 2, n. 2, p. 38-50, jul./dez. 2016.

MARTINS, Mirian Celeste; AMERICANO, Renata Queiroz de Moares. Nutrição estética: por uma didática poética na formação do professor. In: GUIMARAES, L. REGO, L. (org.). Ações políticas de/para enfrentamentos, resistências e recriações [recurso eletrônico]: Anais [do] XXVIII Congresso Nacional da Federação de Arte/Educadores do Brasil [e] VI Congresso Internacional dos Arte/Educadores. Brasília, DF, 2018. p. 2751-2763. ISSN: 2525-880X.

MARTINS, Mirian Celeste; LOMBARDI, Lucia Maria Salgado dos Santos. Arte contemporânea no curso de Pedagogia. In: In: GUIMARAES, L. REGO, L. (org.). Ações políticas de/para enfrentamentos, resistências e recriações [recurso eletrônico]: Anais [do] XXVIII Congresso Nacional da Federação de Arte/Educadores do Brasil [e] VI Congresso Internacional dos Arte/Educadores. Brasília, DF, 2018. p. 2736-2749. ISSN: 2525-880X.

MARTINS, Mirian Celeste; LOMBARDI, Lucia Maria Salgado dos Santos. Ensino de Arte no curso de Pedagogia: travessia e perigo. In: CONGRESSO NACIONAL DA FEDERAÇÃO DE ARTE/EDUCADORES DO BRASIL, 27. Anais [...]. Campo Grande, 2017. p. 1944-1955.

NUNES, Kamilla. Espaços autônomos de arte contemporânea. Rio de Janeiro: Editora Circuito, 2013.

OLIVEIRA-FORMOSINHO. Julia. Pedagogia(s) da Infância: reconstruindo uma práxis de participação. In: OLIVEIRA-FORMOSINHO, Julia; KISHIMOTO, Tizuko Morchida; PINAZZA, Mônica Appezzato (ed.). Pedagogia(s) da infância: dialogando com o passado, construindo o futuro. Porto Alegre: Grupo A, 2007.

OSTETTO, Luciana Esmeralda. É preciso manter as orelhas verdes: o silêncio e a escuta na educação. In: MARTINS, Mirian Celeste; BONCI, Estela; MOMOLI, Daniel (org.). Formação de educadores: modos de pensar e provocar encontros com a arte e mediação cultural. São Paulo: Terracota Editora, 2018. p. 48-64.

PIMENTEL, Lucia Gouvêa. Abordagem Triangular e as narrativas de si: autobiografia e aprendizagem em Arte. Revista GEARTE, Porto Alegre, v. 4, n. 2, p. 307-316, maio/ago. 2017. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/gearte/article/view/71493. Acesso em: 10 abr. 2021.

RICHTER, Sandra Regina Simonis; BARBOSA, Maria Carmen Silveira. Os bebês interrogam o currículo: as múltiplas linguagens na creche. Educação, Santa Maria, v. 35, n. 1, p. 85-96, jan./abr. 2010. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/1605. Acesso em: 10 abr. 2021.

RIZZI, Maria Christina de Souza Lima. Reflexões sobre a abordagem triangular do ensino da Arte. In: BARBOSA, Ana Mae (org.). Ensino da arte: memória e história. São Paulo: Perspectiva, 2008. p. 335-348.

RIZZI, Maria Christina de Souza Lima; SILVA, Mauricio da. Abordagem Triangular do ensino das artes e culturas visuais: uma teoria complexa em permanente construção para uma constante resposta ao contemporâneo. Revista GEARTE, Porto Alegre, v. 4, n. 2, p. 220-230, maio/ago. 2017. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/gearte/article/view/71934/43524. Acesso em: 10 abr. 2021.

SACRISTÁN, José Gimeno. Poderes instáveis em educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1999.

TICOULAT, Fernando. A residência artística como um espaço de trabalho contemporâneo. In: GERMANO, Beta. Espaços de trabalho de artistas latino-americanos. Fotografia: Fran Parente. 1. ed. Rio de Janeiro: Cobogó, 2019. p. 25-30.

VIEIRA DA CUNHA, Susana Rangel. Como vai a Arte na Educação Infantil? Revista Apotheke, Florianópolis, v. 5, n. 3, ano 5, p. 10-24, dez. 2019.

VIEIRA DA CUNHA, Susana Rangel. Uma arte do nosso tempo para as crianças de hoje. In: CUNHA, Susana Rangel Vieira; CARVALHO, Rodrigo Saballa de (org.). Arte contemporânea e Educação Infantil: crianças observando, descobrindo e criando. Porto Alegre: Mediação, 2017. p. 9-26.

Downloads

Publicado

2021-08-08

Como Citar

LOMBARDI, L. M. S. dos S. Estudantes de Pedagogia em expedição ao ateliê do artista contemporâneo: encontramos o leão na selva. Revista GEARTE, [S. l.], v. 8, n. 2, 2021. DOI: 10.22456/2357-9854.117509. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/gearte/article/view/117509. Acesso em: 8 dez. 2022.

Edição

Seção

Arte na Pedagogia: processos educativos de poetizar, fruir e conhecer arte