Comportamento reológico em squeeze flow de suspensões concentradas de esferas de vidro em silicones de diferentes viscosidades

Autores

  • Victor Keniti Sakano Escola Politécnica da Universidade de São Paulo
  • Franco Ancona Grandes Escola Politécnica da Universidade de São Paulo
  • Roberto Cesar de Oliveira Romano Escola Politécnica da Universidade de São Paulo
  • Fábio Alonso Cardoso Escola Politécnica da Universidade de São Paulo
  • Rafael Giuliano Pileggi Escola Politécnica da Universidade de São Paulo

Palavras-chave:

Squeeze flow, viscosidade, Teor de sólidos volumétrico, Sistema bifásico, Separação de fases

Resumo

Squeeze flow é uma das principais técnicas para analisar o comportamento reológico de argamassas. Esses materiais podem ser considerados como suspensões concentradas, reativas e heterogêneas com grande extensão granulométrica, nas quais o comportamento reológico é influenciado pelas quantidades e características de seus constituintes. Para avaliar alguns fenômenos de maneira mais detalhada, é interessante reduzir os fatores que influenciam o fluxo. Assim, este trabalho avalia o comportamento reológico de suspensões concentradas de esferas macroscópicas de vidro em fluidos newtonianos de diferentes viscosidades (silicones: 100, 1.000 e 10.000 cSt) e visa analisar a interação entre as fases líquida e sólida e a ocorrência de segregação. As suspensões com 60% e 70% em volume de sólidos foram submetidas a ensaios de squeeze flow com diferentes velocidades. O aumento da quantidade de fluido altera os principais fenômenos relacionados ao fluxo: com baixo volume de líquido o atrito entre as partículas, a capacidade de lubrificação do fluido e a coesão decorrente da formação de meniscos são predominantes na suspensão, enquanto em suspensões com volume de líquido suficiente para afastar as partículas a viscosidade do fluido, a força de arraste e a  permeabilidade do sistema granular influenciam no comportamento reológico e na ocorrência de separação de fases.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-12-20

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

> >>