Comportamento reológico em squeeze flow de suspensões concentradas de esferas de vidro em silicones de diferentes viscosidades

Victor Keniti Sakano, Franco Ancona Grandes, Roberto Cesar de Oliveira Romano, Fábio Alonso Cardoso, Rafael Giuliano Pileggi

Resumo


Squeeze flow é uma das principais técnicas para analisar o comportamento reológico de argamassas. Esses materiais podem ser considerados como suspensões concentradas, reativas e heterogêneas com grande extensão granulométrica, nas quais o comportamento reológico é influenciado pelas quantidades e características de seus constituintes. Para avaliar alguns fenômenos de maneira mais detalhada, é interessante reduzir os fatores que influenciam o fluxo. Assim, este trabalho avalia o comportamento reológico de suspensões concentradas de esferas macroscópicas de vidro em fluidos newtonianos de diferentes viscosidades (silicones: 100, 1.000 e 10.000 cSt) e visa analisar a interação entre as fases líquida e sólida e a ocorrência de segregação. As suspensões com 60% e 70% em volume de sólidos foram submetidas a ensaios de squeeze flow com diferentes velocidades. O aumento da quantidade de fluido altera os principais fenômenos relacionados ao fluxo: com baixo volume de líquido o atrito entre as partículas, a capacidade de lubrificação do fluido e a coesão decorrente da formação de meniscos são predominantes na suspensão, enquanto em suspensões com volume de líquido suficiente para afastar as partículas a viscosidade do fluido, a força de arraste e a  permeabilidade do sistema granular influenciam no comportamento reológico e na ocorrência de separação de fases.


Palavras-chave


Squeeze flow; viscosidade; Teor de sólidos volumétrico; Sistema bifásico; Separação de fases

Texto completo:

HTML




Direitos autorais 2017 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Apoio:

Indexado em: