Avaliação da condutividade hidráulica de misturas solo-resíduo visando utilização em barreiras impermeáveis de aterros sanitários

Autores

  • José Carlos Bressan Junior Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Lucas Quiocca Zampieri
  • Fabiano Alexandre Nienov
  • Gislaine Luvizão
  • Milena Junges Pedroso

Palavras-chave:

Engenharia Civil, Sustentabilidade, Resíduos

Resumo

A incorporação de resíduos ao solo tornou-se uma solução economicamente viável e sustentável na engenharia geotécnica, uma vez que muitos rejeitos industriais quando associados a outros materiais, se demonstram capazes de sanar propriedades requeridas em projetos. Esta pesquisa objetivou formar misturas de solo incorporadas com dois tipos diferentes de resíduos com a finalidade de empregá-las em camadas impermeáveis (liners) de aterros sanitários. Desenvolveram-se 6 misturas de solo-resíduo, onde foi variado o teor de resíduo e a energia de compactação, sendo elas normal (NOR) e modificada (MOD). As misturas formuladas foram: 0R-NOR, 10LC-NOR, 10GA-NOR, 0R-MOD, 10LC-MOD e 10GA, onde 10LC significa adição de 10% de lama de cal e 10GA significa adição de 10% de gesso agrícola, ambas as adições em relação à massa seca de solo. As misturas foram submetidas ao ensaio de permeabilidade de carga variável para verificá-las quanto aos padrões requeridos para liners. Tanto a energia de compactação quanto a adição do resíduo foram capazes de reduzir a permeabilidade do solo, entretanto, a porcentagem de material adicionada à mistura não foi suficiente para atingir valores menores que E-07 cm/s.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-09-12

Edição

Seção

Edição Especial sobre Aproveitamento de Resíduos na Construção