Trabalho Penitenciário-Saúde-Formação a Comunidade Ampliada de Pesquisa como Dispositivo

Autores

  • Fernanda Spanier Amador
  • Dafni de Melo
  • Lucas Bueno
  • Sandra Correia
  • Simone Reginato
  • Christyanne Alves

DOI:

https://doi.org/10.22456/2238-152X.46177

Resumo

Este artigo relata aspectos da experiência de extensão e pesquisa que estamos desenvolvendo em parceria UFRGS e SUSEPE pelos quais visamos à tríade Trabalho Penitenciário-Saúde-Formação.  Tendo como referenciais a Ergologia e a Clínica da Atividade, apresentamos a concepção do projeto de extensão que consistiu, ao mesmo tempo, no desenvolvimento da primeira
etapa da pesquisa, seus objetivos e estratégias, além de comentários relativos ao processo que tem, nas Comunidades Ampliadas de Pesquisa, um dispositivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-04-02

Como Citar

Amador, F. S., de Melo, D., Bueno, L., Correia, S., Reginato, S., & Alves, C. (2014). Trabalho Penitenciário-Saúde-Formação a Comunidade Ampliada de Pesquisa como Dispositivo. Revista Polis E Psique, 3(2), 185–206. https://doi.org/10.22456/2238-152X.46177

Edição

Seção

Relato de Experiência

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)