APRENDIZAGEM FORMAL, NÃO FORMAL E INFORMAL: COMO CONDUTORES DE DOIS PARQUES NACIONAIS ESTABELECEM SEU TIROCÍNIO

Autores

  • Marcial Cotes Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC)
  • William das Neves Salles Universidade Federal de Santa Catarina
  • Alexandre Vinícius Bobato Tozetto Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Juarez Vieira Nascimento Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.75313

Palavras-chave:

Aprendizagem. Percepção. Natureza. Educação Física.

Resumo

O objetivo do estudo foi investigar as situações de aprendizagem profissional (formal, não formal e informal) de condutores de trilhas de longa duração atuantes em dois Parques Nacionais (PARNAs) brasileiros. Participaram do estudo descritivo-exploratório, com abordagem qualitativa dos dados, 79 condutores, sendo 49 não graduados e 30 graduados. Os procedimentos de análise de conteúdo foram empregados na apreciação das entrevistas semiestruturadas. Apesar da maioria dos investigados valorizar as situações formais, não formais e informais de aprendizagem, a aprendizagem informal com familiares, visitantes, demais condutores e a partir da reflexão sobre o próprio trabalho se sobressaiu sobre as demais. Os principais aprendizados nessas situações envolvem aspectos como questões climáticas, segurança dos visitantes, características específicas dos biomas e preservação ambiental. As evidências do estudo sinalizam a necessidade de os cursos de formação contemplarem mais oportunidades de práticas contextualizadas às exigências da prática profissional dos condutores, assim como períodos de estágio supervisionado por pares mais experientes.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcial Cotes, Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC)

Professor Adjunto na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Graduado eem Educação Física pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Especialista em Biologia de Florestas Tropicais e Mestre em Meio Ambiente ambas as formações pela UESC e doutor pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Downloads

Publicado

2017-11-25

Como Citar

COTES, M.; SALLES, W. das N.; TOZETTO, A. V. B.; NASCIMENTO, J. V. APRENDIZAGEM FORMAL, NÃO FORMAL E INFORMAL: COMO CONDUTORES DE DOIS PARQUES NACIONAIS ESTABELECEM SEU TIROCÍNIO. Movimento, [S. l.], v. 23, n. 4, p. 1381–1394, 2017. DOI: 10.22456/1982-8918.75313. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/75313. Acesso em: 29 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais