APRENDER A ENSINAR: A CONSTITUIÇÃO DA IDENTIDADE DO PROFESSOR NA EDUCAÇÃO PRIMÁRIA E INFANTIL

Juana M. Sancho-Gil, José Miguel Correa-Gorospe

Resumo


O estudo sobre a construção da identidade do professor nos últimos vinte anos destacou a importância da formação e das primeiras experiências docentes para o processo de aprender a ser professor. As evidências identificadas por meio da análise de 23 microetnografías e de 13 grupos focais, nos quais participaram um total de 88 professores, sete deles especialistas em Educação Física, nos permitiram explorar os componentes dos macro, meso e microsistemas em que os professores interagem e atribuem sentido ao seu aprender a ensinar e a como eles têm se constituído como professores. A discussão e a contextualização das experiências dos professores em relação a: (a) a entrada em formação, (b) a experiência da formação inicial e continuada, (c) o conceito de conhecimento e aprendizagem e (d) como eles têm aprendido a ensinar colocam em evidência a complexidade que implica ser docente hoje e nos possibilita elaborar recomendações para a melhoraria da formação e da inserção nas escolas.


Palavras-chave


Desenvolvimento de pessoal. Docentes. Aprendizagem baseada em problemas. Ensino fundamental e médio



DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.58298



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment