RESENHA DO LIVRO "LEGADOS DE MEGAEVENTOS ESPORTIVOS"

Autores

  • Andressa Peloi Bernabé Universidade Estadual de Maringá, Departamento de Educação Física, Maringá, PR, Brasil.
  • Vitor Hugo Marani Universidade Estadual de Maringá, Departamento de Educação Física, Maringá, PR, Brasil.
  • Silvia Bandeira da Silva Lima Universidade Estadual de Maringá, Departamento de Educação Física, Maringá, PR, Brasil.
  • Thaís Andréa Puzzi de Andrade Universidade Estadual de Maringá, Departamento de Educação Física, Maringá, PR, Brasil.
  • Fernando Augusto Starepravo Universidade Estadual de Maringá, Departamento de Educação Física, Maringá, PR, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.47291

Palavras-chave:

Megaeventos esportivos. Legados. Brasil.

Resumo

A presente resenha tem o intuito de realizar uma análise do livro “Legados de megaeventos esportivos”, organizado por Nelson Carvalho Marcellino. A obra apresenta discussões em relação aos legados de megaeventos esportivos advindas de diversas áreas, voltando-se ao contexto brasileiro. A preocupação, no decorrer dos quatorze capítulos que compõem a obra, recaí em demonstrar constatações que vão ao encontro das situações vivenciadas em meio ao período de preparações para os próximos megaeventos esportivos no país. Tal preocupação funda-se em reflexões que contribuem com o debate acerca das contradições, limitações e avanços que envolvem os megaeventos esportivos em nosso país.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andressa Peloi Bernabé, Universidade Estadual de Maringá, Departamento de Educação Física, Maringá, PR, Brasil.

Estudante em nível de mestrado junto ao Programa de Pós-Graduação Associado em Educação Física UEM/UEL. Bolsista CAPES. Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisa em Políticas Públicas de Esporte e Lazer (GEPPOL /DEF/UEM).

Vitor Hugo Marani, Universidade Estadual de Maringá, Departamento de Educação Física, Maringá, PR, Brasil.

Estudante em nível de mestrado junto ao Programa de Pós-Graduação Associado em Educação Física UEM/UEL. Bolsista CAPES.  Integrante do Grupo de Pesquisa Corpo, Cultura e Ludicidade (GPCCL/DEF/UEM-CNPq).

Silvia Bandeira da Silva Lima, Universidade Estadual de Maringá, Departamento de Educação Física, Maringá, PR, Brasil.

Mestre em Educação Física junto ao Programa de Pós-Graduação Associado em Educação Física UEM/UEL. Bolsista Desenvolvimento Tecnológico Industrial - B - CNPq/Ministério do Esporte. Integrante do  Grupo de Estudos e Pesquisa em Políticas Públicas de Esporte e Lazer (GEPPOL /DEF/UEM).

Thaís Andréa Puzzi de Andrade, Universidade Estadual de Maringá, Departamento de Educação Física, Maringá, PR, Brasil.

Graduanda em Educação Física junto à Universidade Estadual de Maringá. Bolsista Iniciação Tecnológica e Industrial - A - CNPq/Ministério do Esporte. Integrante do  Grupo de Estudos e Pesquisa em Políticas Públicas de Esporte e Lazer (GEPPOL /DEF/UEM).

Fernando Augusto Starepravo, Universidade Estadual de Maringá, Departamento de Educação Física, Maringá, PR, Brasil.

Professor do Departamento de Educação Física da Universidade Estadual de Maringá (UEM) e do Programa de Pós-Graduação Associado em Educação Física UEM/UEL, Maringá, PR, Brasil.

Downloads

Publicado

2015-02-05

Como Citar

PELOI BERNABÉ, A.; MARANI, V. H.; BANDEIRA DA SILVA LIMA, S.; PUZZI DE ANDRADE, T. A.; STAREPRAVO, F. A. RESENHA DO LIVRO "LEGADOS DE MEGAEVENTOS ESPORTIVOS". Movimento, [S. l.], v. 21, n. 2, p. 559–564, 2015. DOI: 10.22456/1982-8918.47291. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/47291. Acesso em: 7 jul. 2022.

Edição

Seção

Resenhas e Midias