O CORPO E AS TÉCNICAS PARA O EMBELEZAMENTO FEMININO: ESQUEMAS DA INDÚSTRIA CULTURAL NA REVISTA BOA FORMA

Autores

  • Beatriz Stainbach Albino UFSC
  • Alexandre Fernandez Vaz UFSC/CNPq

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.2089

Palavras-chave:

Indústria cultural. Culto ao corpo. Técnicas de embelezamento.

Resumo

O artigo apresenta resultados de uma pesquisa sobre a constituição de um certo dever ser feminino em prescrições da revista Boa Forma. Foram analisados principalmente os editoriais, seções e reportagens sobre os cuidados com o corpo, tomando como fontes principais as edições de verão. Os resultados apontam para um aparato de controle que é centrado no uso de discursos ambíguos; no esquadrinhamento do corpo; na valorização da disciplina e do sacrifício; e no uso de métodos de legitimação pautados por mecanismos da indústria cultural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Beatriz Stainbach Albino, UFSC

Licenciada e Mestranda em Educação Física pela UFSC; Membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas Educação e Sociedade Contemporânea (CED/UFSC/CNPq).

Alexandre Fernandez Vaz, UFSC/CNPq

Doutor pela Universidade de Hannover, Professor do Programas de Pós-graduação em Educação e Educação Física da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); Coordenador do Núcleo de Estudos e Pesquisas Educação e Sociedade Contemporânea (CED/UFSC/CNPq); Pesquisador CNPq (Nível 2 – Ciências Humanas, Educação, Fundamentos da Educação).

Publicado

2008-04-30

Como Citar

ALBINO, B. S.; VAZ, A. F. O CORPO E AS TÉCNICAS PARA O EMBELEZAMENTO FEMININO: ESQUEMAS DA INDÚSTRIA CULTURAL NA REVISTA BOA FORMA. Movimento, [S. l.], v. 14, n. 1, p. 199–223, 2008. DOI: 10.22456/1982-8918.2089. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/2089. Acesso em: 26 nov. 2022.

Edição

Seção

Ensaios