FUTEBOL E SOCIABILIDADE : FACES TRADICIONAIS E MODERNAS DE UM CLUBE DE FUTEBOL

Autores

  • José Luiz dos Anjos Universidade Federal do Espírito Santo
  • Juliana Guimaraes Saneto Universidade federal do Espírito Santo/UFES
  • Otavio Guimarães Tavares Universidade Federaldo Espírito Santo. Centro de Educação Física e Desportos

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.20019

Palavras-chave:

Futebol. Hierarquia. Pessoa. Indivíduo.

Resumo

O estudo analisou a navegabilidade social de ex-jogadores de futebol de um clube de associados, predominantemente formado por policiais militares e civis. Foram discutidas as categorias hierarquia, pessoa e indivíduo, tomando como fonte teórica Dumont (1993). As informações para análises foram colhidas em entrevistas abertas com jogadores de futebol do clube, no período de 1970-76. Conclui-se que o clube se organiza estruturalmente como uma instituição moderna com seu estatuto e instâncias burocráticas, mas se move tradicionalmente. As relações sociais dos atores permitiram identificar uma navegabilidade social amparada na pessoa, patrocinada pelo desempenho por ter sido jogador de futebol

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Luiz dos Anjos, Universidade Federal do Espírito Santo

Professor do Depto de desportos e do PPGEF/CEFD/UFES. Membro pésquisador do GEPEFIC/UNICAMP e GESESC/UFES.

 

Juliana Guimaraes Saneto, Universidade federal do Espírito Santo/UFES

Mestranda no PPGEF/CEFD/UFES.

Membro pesquisadora do CESPCEO e GESESC/UFES.

Otavio Guimarães Tavares, Universidade Federaldo Espírito Santo. Centro de Educação Física e Desportos

Professor do Depto de Ginástica do CEFD/UFES. MInistra as disciplinas Esportes Olímpicos e Educação Física Espoete e Sociedade.

Downloads

Publicado

2012-04-13

Como Citar

ANJOS, J. L. dos; SANETO, J. G.; TAVARES, O. G. FUTEBOL E SOCIABILIDADE : FACES TRADICIONAIS E MODERNAS DE UM CLUBE DE FUTEBOL. Movimento, [S. l.], v. 18, n. 2, p. 107–127, 2012. DOI: 10.22456/1982-8918.20019. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/20019. Acesso em: 29 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais