A MOBILIDADE COMO AVENTURA NA CIDADE: JOGOS BASEADOS EM GEOLOCALIZAÇÃO (GPS) E APROPRIAÇÃO URBANA.

Autores

  • Juliana Alencar Viana Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.18451

Palavras-chave:

Atividades de Lazer. Cidades. Jogos e brinquedos.

Resumo

Este artigo propõe reflexões sobre a relação de uma nova modalidade de jogo e o espaço público por meio de práticas culturais que utilizam tecnologias dos dispositivos móveis. Ao tecer relações interdisciplinares entre o campo do lazer, os estudos da comunicação e do espaço, buscou-se reconhecer experiências, para além do mero consumo do discurso ecologicamente correto e/ou da utilidade da atividade física como promotora de hábitos saudáveis, inserindo os jogos urbanos de mobilidade, como práticas culturais que estabelecem a partilha de experiência, apontando novas formas de sociabilidade e de apropriação urbana como lazer na contemporaneidade.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Alencar Viana, Universidade Federal de Minas Gerais

Mestre em Lazer pela UFMG e licenciada em Educação Física - UFMG. Pesquisadora do Oricolé - Laboratório de Pesquisa sobre Formação e Atuação Profissional em Lazer - UFMG. Tem experiência em Gestão Cultural e Educação Física escolar. Atualmente se envolve com os seguintes temas: educação física, lazer, cibercultura, educação e mídia, C&T e(m) saúde.

Downloads

Publicado

2011-04-05

Como Citar

VIANA, J. A. A MOBILIDADE COMO AVENTURA NA CIDADE: JOGOS BASEADOS EM GEOLOCALIZAÇÃO (GPS) E APROPRIAÇÃO URBANA. Movimento, [S. l.], v. 17, n. 1, p. 237–251, 2011. DOI: 10.22456/1982-8918.18451. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/18451. Acesso em: 27 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais