MASCULINIDADE HEGEMÔNICA, ESPORTES E ATIVIDADE FÍSICA

Autores

  • Juana M. Sancho Universidad de Barcelona
  • Fernando Herraiz Universidad de Barcelona
  • Fernando Hernandez Universidade de Barcelona
  • Judit Vidiella Universidade de Barcelona

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.15031

Palavras-chave:

Masculinidade. Esportes. Identidade de gênero. Sexualidade

Resumo

Este artigo explora a reconstrução sobre a aprendizagem de a(s) masculinidade(s) de um grupo de garotos jovens, focalizando o papel que o esporte e a atividade física têm na constituição-regulação de seus corpos. As experiências dos 18 jovens entrevistados nesta pesquisa apontam uma visão sobre as múltiplas contradições, complexidades e negociações das identidades masculinas em relação aos discursos sobre o gênero e a sexualidade dominantes que acompanham o esporte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juana M. Sancho, Universidad de Barcelona

Universitat de Barcelona, Didàctica i Organització Educativa, Faculty Member

Fernando Herraiz, Universidad de Barcelona

Possui doutorado - Universitat de Barcelona (2009). Atualmente é professor lector doctor - Facultat de Belles Arts / Universitat de Barcelona. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Educação Artística

Fernando Hernandez, Universidade de Barcelona

Catedrático da Universidad de Barcelona. Professor da Unidade de Arte Educação da Faculdade de Bellas Artes. Durante quinze anos coordenou um Programa Experimental de Formação de Professores de Arte para o Ensino Médio. Trabalho com a abordagem da Arte Educação como Conhecimento Cultural

Judit Vidiella, Universidade de Barcelona

Doutorado em Doutorado na Universidade de Barcelona

Downloads

Publicado

2010-09-20

Como Citar

SANCHO, J. M.; HERRAIZ, F.; HERNANDEZ, F.; VIDIELLA, J. MASCULINIDADE HEGEMÔNICA, ESPORTES E ATIVIDADE FÍSICA. Movimento, [S. l.], v. 16, n. 4, p. 93–115, 2010. DOI: 10.22456/1982-8918.15031. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/15031. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais