CRÍTICA E RENOVAÇÃO DA EDUCAÇÃO FÍSICA COLOMBIANA: UMA COMPARAÇÃO COM O BRASIL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.105572

Palavras-chave:

Esportes. Ciência. Brasil. Colômbia.

Resumo

O artigo analisa um movimento de crítica e renovação da Educação Física colombiana a partir das últimas décadas do século XX, comparando-o com fenômeno similar no Brasil. Metodologicamente, está fundamentado, de um lado, na análise de conteúdo de dois periódicos colombianos e em 16 entrevistas com profissionais da Educação Física daquele país. De outro lado, baseia-se na farta literatura dedicada ao tema no Brasil. A reflexão comparada demonstra as consequências diversas do processo de esportivização e cientifização do componente curricular, oportunidade para identificar semelhanças, diferenças, continuidades, rupturas, mas, também, as renovações epistemológicas produzidas na Educação Física dos dois países.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Karen Lorena Gil Eusse, UFES

Possui graduação em Licenciatura en Educación Física - Universidad de Antioquia (2012). Mestrado em Educação Física pela Universidade Federal do Espírito Santo (2015). Doutorado em Educação Física pela Universidade Federal do Espírito Santo (2020). Integrante do Laboratório de Estudos em Educação Física - UFES. Tem experiência na área de Educação Física.

Felipe Quintão Almeida, UFES

Graduação em Educação Física pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (2007). Doutorado em Educação pela mesma instituição (2009). Tem experiência na área de Educação e Educação Física, com ênfase em: educação física escolar e epistemologia da educação física. Entre 2010 e 2018, foi editor adjunto da Revista Brasileira de Ciências do Esporte (RBCE) e do Cadernos de Formação RBCE . Foi Secretário Estadual do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte no Espírito Santo (gestão 2010-2012). Atuou como vice-secretário entre 2012-2014. Foi Coordenador adjunto do Grupo de Trabalho Temático Epistemologia, do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte, na gestão 2011-2013 e 2017-2019. Foi Diretor Científico do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte (2013-2017). Pós-doutorado na Universidade de Strathclyde, em Glasgow/Escócia (2018-2019)

Valter Bracht, UFES

possui doutorado - Universität Oldenburg (1990). Atualmente é professor titular da Universidade Federal do Espírito Santo, onde coordena o Laboratório de Estudos em Educação Física do CEFD. Foi presidente do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte (1991/93 e 1993/95). Tem experiência na área de Educação Física, atuando principalmente nos seguintes temas: educacao fisica escolar, formação continuada de professores, educacao e epistemologia.

Downloads

Publicado

2021-02-05

Como Citar

EUSSE, K. L. G.; ALMEIDA, F. Q.; BRACHT, V. CRÍTICA E RENOVAÇÃO DA EDUCAÇÃO FÍSICA COLOMBIANA: UMA COMPARAÇÃO COM O BRASIL. Movimento, [S. l.], v. 27, p. e27009, 2021. DOI: 10.22456/1982-8918.105572. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/105572. Acesso em: 26 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais