Acessibilidade para alunos surdos no ambiente virtual de aprendizagem do curso de Letras/Libras/UFSC, em polos do Rio Grande do Sul

Autores

  • Camila Guedes Guerra Goes Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Lucila Maria Costi Santarosa Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-1654.63701

Palavras-chave:

Letras/ LIBRAS – Surdos – Educação a Distância – Ambiente Virtual de Ensino e Aprendizagem

Resumo

Este artigo apresenta a análise do primeiro curso de graduação de Licenciatura em Letras/LIBRAS criado pela Universidade Federal de Santa Catarina, na modalidade de Educação a Distância, quanto aos seus aspectos de acessibilidade para surdos no seu ambiente virtual de ensino aprendizagem, no atendimento às necessidades da comunidade linguística surda, tanto entre os educandos surdos, quanto entre educandos/tutores/professores das disciplinas. Foram pesquisadas duas turmas de alunos surdos dos polos no Rio Grande do Sul, em Santa Maria e Porto Alegre, grupos estes que iniciaram as atividades acadêmicas em 2006 e 2008, respectivamente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Guedes Guerra Goes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Porto Alegre, RS, Brasil)

Lucila Maria Costi Santarosa, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Porto Alegre, RS, Brasil) e Professora na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Porto Alegre, RS, Brasil)

Referências

GALLIMORE, R., THARP, R.. O Pensamento educativo na sociedade: ensino, escolarização e discurso escrito. In: MOLL, L. C.. Vygotsky e a Educação: Implicações Pedagógicas da Psicologia Sócio-Histórica. 1ª Porto Alegre: Artes Médicas, 2002. Cap. 7, p. 171-199.

MULLER, Ronice Quadros; CERNY, Roseli Zen; PEREIRA, Alice Theresinha Cybis. Inclusão de surdos no ensino superior por meio do uso da tecnologia. In: QUADROS, Ronice Müller de. Estudos Surdos III. 1ª ed. Petrópolis: Arara Azul, 2008. Cap. 2, p. 30-55.

REGO, Teresa Cristina. Vygotsky: uma Perspectiva Histórico-Cultural da Educação. 4ª Petrópolis: Vozes, 1997. 138 p.

SANTAROSA, Lucila Maria Costi. Paradigmas Educacionais para o desenvolvimento de ambientes digitais/virtuais, visando pessoas com necessidades especiais - PNEEs. In: Congresso Tecnoneet – CIEE 2006, Murcia. As Tecnologias na Escola Inclusiva: novos cenários, novas oportunidades. Murcia: FG Graf, 2006. V. 1, p. 35-42 - Palestra da sessão de Encerramento do evento.

SANTAROSA, Lucila Maria Costi. Estágio e subestágios de desenvolvimento. Projeto de Pesquisa CNPq 2003-2009. Niee-Ufrgs. 2008, p. 22-29.

STUMPF, Marianne. Língua de sinais: escrita dos surdos na Internet. 2000. V Congresso Iberoamericano de Informática Educativa, Viña del Mar, Chile. Disponível em: http://www.porsinal.pt/index.php?ps=artigos&idt=artc&cat=15&idart=109, Acesso em 30 de julho de 2015.

Downloads

Publicado

2017-09-08

Como Citar

GOES, C. G. G.; SANTAROSA, L. M. C. Acessibilidade para alunos surdos no ambiente virtual de aprendizagem do curso de Letras/Libras/UFSC, em polos do Rio Grande do Sul. Informática na educação: teoria & prática, Porto Alegre, v. 20, n. 2 mai/ago, 2017. DOI: 10.22456/1982-1654.63701. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/InfEducTeoriaPratica/article/view/63701. Acesso em: 8 dez. 2022.