Concepções de literatura e formação de leitores na Biblioteconomia e Ciência da Informação: provocações a partir da obra “Paradigmas do ensino da literatura”, de Rildo Cosson

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19132/1808-5245273.458-469

Palavras-chave:

Literatura, Paradigmas, Bibliotecas, Formação de leitores.

Resumo

Apresenta uma resenha do livro “Paradigmas do ensino da literatura”, de autoria de Rildo Cosson a fim de destacar suas contribuições para a área da Biblioteconomia e Ciência da Informação (BCI). Embora a obra trate do ensino da literatura, serão elencados, nesta resenha, os argumentos utilizados pelo autor capazes de alargar e de propor uma visão crítica a respeito da literatura, cuja compreensão é de essencial relevância para a atuação da(o) bibliotecária(o) em espaços de leitura literária. Descreve brevemente o mapeamento dos seis paradigmas identificados por Cosson, em suas dimensões conceituais, metodológicas e pragmáticas, ao tempo em que, a partir de uma perspectiva histórica, pontua as virtudes e limitações presentes em cada modelo. Finaliza com o questionamento acerca do conceito de literatura no âmbito da BCI e a reflexão sobre a importância de um posicionamento crítico para o campo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana de Souza Alves, UFPE

Doutoranda em Ciência da Informação, UFPE (2019). Especialista em Literatura Infantojuvenil, FAFIRE-PE (2018). Mestra em Ciência da Informação, UFPE (2017).Graduada em Biblioteconomia pela Universidade Federal de Pernambuco (2014). Bibliotecária da Universidade Federal de Pernambuco, UFPE (2019). Bibliotecária do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Pernambuco, IFPE (2014). Mediadora de Leitura pelo CCLF/FUNCULTURA (2017). Formação em Contação de Histórias, Pronatec (2014) e Zumbaiar (2018). Coordenadora de projeto e cursos de Extensão no IFPE. Atuou na coordenação do Núcleo de Arte e Cultura, IFPE. É membro do GPEALE- Grupo De Pesquisa Em Alfabetização, Linguagem e Decolonialidade, da Universidade Federal de São João Del-Rei, sob coordenação da professora Maria do Socorro Alencar Nunes Macedo.Produções acadêmicas e área de atuação voltadas para as seguintes temáticas: Literacy. Letramento. Letramento informacional. Leitura, Literatura, Literatura Infantil, Bibliotecas comunitárias, Práticas informacionais e leitoras, Mediação da Leitura, Biblioteconomia, Negritude, Relações Étnico- Raciais, Inclusão e Direitos Humanos.ORCID ID= http://orcid.org/0000-0002-3452-9629 e-mail: mariana.souzaalves@ufpe.br

Referências

ABREU, Márcia. Cultura letrada: literatura e leitura. São Paulo: Editora UNESP, 2006.

ALMEIDA JÚNIOR, Oswaldo. Mediação da informação e múltiplas linguagens. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, v. 2, p. 89-103, 2009.

ALMEIDA JÚNIOR, Oswaldo; BORTOLIN, Sueli. Mediação da informação e da leitura. In: SILVA, Terezinha Elisabeth da (org.). Interdisciplinaridade e transversalidade em Ciência da Informação. Recife: Néctar, 2008. p. 67-86.

ALMEIDA, Marco Antônio de. Apresentação. In: ALMEIDA, Marco Antônio de (org.). Ciência da Informação e literatura. Campinas, SP: Alínea, 2012. p. 5-9.

BRITTO, Luiz Percival. Leme; BARZOTTO, Valdir Heitor. Promoção X mitificação da leitura. Boletim ALB, Rio de Janeiro, n. 3, ago. 1998.

COSSON, Rildo. Círculos de leitura e letramento literário. São Paulo: Contexto, 2014.

COSSON, Rildo. Letramento literário: teoria e prática. São Paulo: Contexto, 2006.

KUHN, Thomas. A estrutura das revoluções científicas. São Paulo: Perspectiva, 1975.

PAULINO, Graça; COSSON, Rildo. Letramento literário: para viver a literatura dentro e fora da escola. In: ZILBERMAN, Regina; RÖSING, Tania M (org.). Escola e leitura: velha crise, novas alternativas. São Paulo: Global, 2009. p.61-79.

ZILBERMAN, Regina. Letramento literário: não ao texto sim ao livro. In: PAIVA, Aparecida; MARTINS, Aracy et al (org.). Literatura e letramento: espaços, suportes e interfaces. Belo Horizonte: Autêntica, 2003. p. 245-266.

Downloads

Publicado

2021-06-30

Como Citar

ALVES, M. de S. Concepções de literatura e formação de leitores na Biblioteconomia e Ciência da Informação: provocações a partir da obra “Paradigmas do ensino da literatura”, de Rildo Cosson. Em Questão, Porto Alegre, v. 27, n. 3, p. 458–469, 2021. DOI: 10.19132/1808-5245273.458-469. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/108775. Acesso em: 23 fev. 2024.

Edição

Seção

Resenha