EVIDENCIAÇÃO DE INVESTIMENTOS EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: UM ESTUDO NOS RELATÓRIOS DAS EMPRESAS DE CAPITAL ABERTO

Autores

  • Fernanda Francielle de Oliveira Malaquias Universidade Federal de Uberlândia
  • Rodrigo Fernandes Malaquias Universidade Federal de Uberlândia
  • Marília Ribeiro de Sousa Universidade Federal de Uberlândia
  • Gabriela Felice de Oliveira Universidade Federal de Uberlândia

Palavras-chave:

Divulgação, Transparência, Sistemas de informação

Resumo

O objetivo principal deste estudo foi identificar o nível de evidenciação dos investimentos em Tecnologia da Informação (T.I.) presente nas notas explicativas e nos relatórios da administração publicados pelas empresas brasileiras listadas na Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&FBOVESPA). A amostra foi composta por uma seleção aleatória de 72 companhias. Para o tratamento dos dados, adotou-se uma abordagem tanto qualitativa quanto quantitativa. Na etapa qualitativa foi utilizada a técnica da análise de conteúdo. Na etapa quantitativa, foram aplicados o teste qui-quadrado e a análise de regressão multivariada. Os principais resultados mostraram que a maioria das empresas analisadas (76,4%) divulgaram investimentos em T.I. Contudo, o nível médio de evidenciação foi baixo (0,337), indicando que há poucos detalhes sobre os valores investidos em T.I., os tipos de investimentos realizados, o retorno esperado e os benefícios já alcançados pela empresa, decorrentes de investimentos em T.I. previamente realizados. De uma maneira geral, conclui-se que a evidenciação voluntária de informações sobre investimentos em T.I. também é influenciada por fatores determinantes apontados pela literatura, tais como o tamanho e a rentabilidade das empresas. Além disso, para que seus respectivos usuários externos tenham informações mais detalhadas, as empresas podem intensificar o nível de informações sobre os investimentos em T.I. em seus relatórios contábeis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Francielle de Oliveira Malaquias, Universidade Federal de Uberlândia

Doutora em Engenharia Elétrica. Professora da Faculdade de Gestão e Negócios - Universidade Federal de Uberlândia (FAGEN/UFU.

Rodrigo Fernandes Malaquias, Universidade Federal de Uberlândia

Possui Graduação em Ciências Contábeis, Especialização em Controladoria e Finanças, Mestrado e Doutorado em Administração de Empresas. Professor da Faculdade de Ciências Contábeis - Universidade Federal de Uberlândia (FACIC/UFU).

Marília Ribeiro de Sousa, Universidade Federal de Uberlândia

Graduanda em Administração de Empresas.

Gabriela Felice de Oliveira, Universidade Federal de Uberlândia

Graduanda em Administração de Empresas.

Downloads

Publicado

2015-09-24

Edição

Seção

Artigos