Cultura e Relação de Poder na Escola

Alice Happ Botler

Resumo


Este artigo relata resultados de uma investigação que teve por objetivo analisar a cultura e as relações de poder na gestão escolar, na perspectiva das políticas educacionais contemporâneas brasileiras. A discussão conceitual trata da tensão entre a organização escolar centralizadora, por um lado e, por outro, a gestão coletiva emergente. Analisamos, via estudo de caso em uma escola da rede pública municipal de Recife, como o princípio democrático se concretiza na prática escolar reconhecida como democrática, caracterizada como articulação entre as perspectivas da regulação social e da emancipação. Os resultados apontam para uma diversidade de interpretações dos segmentos escolares a respeito da distribuição de poder na organização escolar, que se refletem em formatos organizacionais difusos inerentes à organização compartilhada em construção e espelham a diversidade cultural.


Palavras-chave


Democracia. Gestão escolar. Relações de poder. Cultura.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo