Infância e Risco

Maria Isabel Edelweiss Bujes

Resumo


A noção de risco aqui em discussão está associada a temas como poder e governamento, considerados segundo uma perspectiva pós-estruturalista. Tomando como centrais os conceitos de ‘sociedade disciplinar’, ‘sociedade e dispositivos de segurança’, ‘normalização’ e ‘risco’, o trabalho examina, preliminarmente, algumas transformações nos modos como determinados grupos de crianças vieram a ser percebidos e como se tornaram alvo de alguma forma de cuidado ou assistência social. A seguir, problematiza a idéia de risco, presente tanto nos discursos do cotidiano quanto nas políticas para a infância, para indicar sua associação a um tipo de racionalidade que orienta formas de específicas de exercício do poder que se endereçam ao campo infantil.


Palavras-chave


Infância. Risco. Normalização.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo