Método para a avaliação técnica da qualidade pós-ocupação de áreas de uso comum de habitações de interesse social

Pablo Andrés Rangel, Carlos Torres Formoso, Luciana Inês Gomes Miron, Márcia Elisa Soares Echeveste

Resumo


Diversos programas habitacionais foram concebidos e implementados nas últimas décadas no Brasil, com o objetivo de reduzir o déficit habitacional. Apesar dos esforços para o desenvolvimento de habitação social, uma parcela substancial de empreendimentos tem apresentado falhas de qualidade ao longo da etapa de uso, as quais representam custos para a sociedade. Pesquisas anteriores têm concentrado suas avaliações nas unidades habitacionais, deixando como lacuna a avaliação dos espaços coletivos dos empreendimentos habitacionais de interesse social (EHIS). O presente trabalho propõe um método para a avaliação da qualidade das áreas de uso comum de EHIS. Por meio da abordagem metodológica Design Science Research, foram propostas ferramentas de coleta de dados e métricas para manifestações patológicas e não conformidades em áreas de uso comum. O método considera requisitos de normas técnicas relacionadas ao desempenho de edificações e acessibilidade, e delimita a avaliação a três elementos construtivos: fachadas de edifícios, calçadas e estacionamento, e áreas de circulação interna dos edifícios. O método foi testado em uma amostra de 10 EHIS na Região Metropolitana de Porto Alegre, RS, Brasil. A principal contribuição do trabalho está no desenvolvimento desse método para a avaliação pós-ocupação de áreas comuns, que permite a avaliação da qualidade técnica de forma rápida e padronizada.


Palavras-chave


Áreas comuns; Habitação de interesse social; Avaliação da qualidade.

Texto completo:

HTML




Direitos autorais 2019 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: