Significado multidimensional e dinâmico do morar: compreendendo as modificações na fase de uso e propondo flexibilidade nas habitações sociais

Douglas Queiroz Brandão, Luiz Fernando Mählmann Heineck

Resumo


Este artigo apresenta uma discussão das bases teóricas referentes ao significado dinâmico e multidimensional do morar, reforçando a importância do estudo e da aplicação dos conceitos de flexibilidade e adaptabilidade espacial nas habitações em geral, sobretudo naquelas de interesse social. As definições e interpretações sobre o significado do morar são apresentadas, seguidas de comentários acerca das modificações que costumam ocorrer nas habitações de interesse social, incluindo aspectos relacionados à satisfação dos usuários. Após, enfoca-se a flexibilidade, sendo discutidas alternativas e princípios de projeto que possibilitam gerar espaços domésticos mais versáteis e dinâmicos. Essas diretrizes de projeto foram propostas a partir de uma revisão de literatura e na observação sistemática de mais de 3.000 plantas de apartamentos oriundos de empreendimentos executados em mais de 50 cidades brasileiras, incluindo a maioria das capitais, no período de 1995 a 2000.

Palavras-chave


significado do morar; flexibilidade de projeto; habitação de interesse social; edifícios residenciais

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: