PERFIL SOCIODEMOGRÁFICO, SOCIOECONÔMICO E ESPORTIVO DE TENISTAS INFANTOJUVENIS BRASILEIROS DE ELITE

Alexandro Andrade, Pedro de Orleans Casagrande, Guilherme Guimarães Bevilacqua, Fabiano Souza Pereira, Julianne Fic Alves, Ana Luiza Goya, Danilo Reis Coimbra

Resumo


O estudo objetivou descrever o perfil sociodemográfico, socioeconômico e esportivo de tenistas infantojuvenis brasileiros competitivos de elite. Participaram 130 tenistas, sendo 102  homens e 28 mulheres. A maioria dos tenistas é natural das Regiões Sudeste e Sul e houve um predomínio de tenistas treinando nessas regiões. A maioria dos tenistas pertence à classe socioeconômica A. Em média, os tenistas iniciaram no tênis aos oito anos e o início em competições de tênis foi aos 11 anos. Os tempos médios de prática e de prática competitiva dos tenistas foram de sete e quatro anos, respectivamente. Já foram finalistas em competição internacional 16% dos atletas e aproximadamente a metade já disputou finais em competições internacionais e nacionais. Concluiu-se que os tenistas investigados são oriundos das classes econômicas mais altas. Além disso, os tenistas apresentaram grande volume de treino e tempo de prática.


Palavras-chave


Classe social. Tênis. Esportes. Atletas.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.74041



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment