EDUCAÇÃO FÍSICA E ATIVIDADES CIRCENSES: “O ESTADO DA ARTE”

Teresa Ontañón, Rodrigo Duprat, Marco A. Bortoleto

Resumo


A Educação Física tem experimentado um exponencial crescimento no trato das atividades circenses como conteúdo programático, com consequente incremento da produção acadêmica. O objetivo deste estudo foi descrever o “estado da arte” no que tange às atividades circenses e à educação física por meio de uma revisão bibliográfica da produção acadêmico-científica nacional e internacional. Os resultados indicam que grande parte dos 95 documentos analisados se apresenta em forma de “manuais didáticos” e “relatos de experiência”, com ênfase nos procedimentos técnico-pedagógicos. De modo geral, observamos escassas discussões conceituais e poucos estudos que avançam para além do senso comum e do romantismo pedagógico.


Palavras-chave


Jogos e brinquedos. Educação Física. Ensino. Revisão.

Texto completo:

PDF-BR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.22960



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment