FUTEBOL, NAÇÃO E MULHERES NA ARGENTINA: REDEFININDO O CAMPO DO PODER

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.109761

Palavras-chave:

Futebol. Nação. Mulheres.

Resumo

Quem tem protagonizado os relatos sobre a nação? Quem tem narrado as histórias sobre o esporte, o futebol e a pátria? Que instituições foram centrais nessas construções? O que aconteceu com as mulheres? Quais têm sido os argumentos para excluírlas do campo de jogo? Estas e outras perguntas organizam o presente artigo que tem como meta refletir em torno ao esporte como prática generificada e generificadora, como um espaço de produção de desigualdades e, também, de oportunidades. Os dados que sustentam o argumento deste artigo provém da análise de entrevistas e conversas informais que tivemos com as jogadoras da Seleção Nacional de Futebol e de equipes da liga oficial da Associação de Futebol Argentino (AFA) e das notícias da edição online do jornal Olé durante a Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2019 na França.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Verónica Moreira, Universidad de Buenos Aires CONICET

Doctora en Ciencias Sociales (UBA), Magíster en Antropología Social (UNSAM-IDES/IDAES), Licenciada en Ciencias Antropológicas (UBA). 

Investigadora del Instituto de Investigaciones Gino Germani y del CONICET. 

Docente del Seminario Cultura Popular y Cultura Masiva, Carrera de Ciencias de la Comunicación, Facultad de Ciencias Sociales, UBA. 

 

 

Gabriela Garton, Instituto de Investigaciones Gino Germani, Facultad de Ciencias Sociales, Universidad de Buenos Aires

Becaria doctoral del CONICET

Publicado

2021-01-18

Como Citar

MOREIRA, V.; GARTON, G. FUTEBOL, NAÇÃO E MULHERES NA ARGENTINA: REDEFININDO O CAMPO DO PODER. Movimento, [S. l.], v. 27, p. e27003, 2021. DOI: 10.22456/1982-8918.109761. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/109761. Acesso em: 25 set. 2022.

Edição

Seção

Em foco