A Cobertura do Caso Sílvio Santos em um Jornal Popular

Cristiane Brum Bernardes

Resumo


O texto analisa a Edição Especial do jornal Diário Gaúcho sobre a invasão da residência do empresário Sílvio Santos por um seqüestrador, em agosto de 2001. Partindo da definição do jornalismo popular como uma estratégia mercadológica dos veículos brasileiros na década de 90, o trabalho conclui que a forma como os jornalistas constróem a imagem do seu público define a reconstrução midiática dos acontecimentos. Além dos critérios, também as práticas jornalísticas interferem, portanto, de forma radical no modo como as notícias são apresentadas e, conseqüentemente, no enquadramento da realidade fornecida ao público.

 


Palavras-chave


Jornalismo popular : práticas jornalísticas : Brasil

Texto completo:

PDF




Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Facebook | EQ no Google Scholar

Classificação Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Comunicação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)