Mapeando o Campo da Comunicação no Brasil: desafios e descobertas metodológicas de uma metapesquisa

Paula Guimarães Simões, Vera Regina Veiga França, Ana Karina de Carvalho Oliveira, Laura Antônio Lima, Lucas Afonso Sepulveda Alves, Maíra Lobato Bicalho Chagas Moura Campos, Paulo Henrique Basílio Santana

Resumo


O artigo se debruça sobre os desafios de uma pesquisa que mapeia as principais referências teóricas do campo da Comunicação no Brasil, a partir da coleta e do processamento de artigos apresentados entre 2006 e 2015, no evento da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação. Descrevemos aqui os procedimentos de raspagem das referências teóricas de cada trabalho apresentado em Grupos de Trabalho do evento e as formas encontradas para processar dados textuais através de ferramentas estatísticas, discutindo a articulação entre métodos quantitativos e qualitativos. Por fim, refletimos sobre as descobertas metodológicas de metapesquisa sobre campos científicos. O texto demonstra como a articulação entre procedimentos quantitativos e qualitativos pode ser profícua para o desenvolvimento das pesquisas nas Ciências Humanas e Sociais.


Palavras-chave


Metapesquisa. Metodologia quantitativa. Metodologia qualitativa. Campo científico.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1807-8583202049.56-71



Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)