Percepções sobre presença social em interações mediadas por dispositivos de comunicação móveis

José Bonifácio do Amparo Sobrinho, Marcel Ayres, José Carlos Ribeiro

Resumo


Este artigo apresenta uma análise qualitativa sobre a percepção da Presença Social em interações mediadas por dispositivos móveis, tomando como foco principal de exploração as particularidades associadas à ausência ou diminuição de pistas não verbais (habitualmente ocorridas nesta modalidade de mediação). Os dados são provenientes de uma pesquisa realizada com 120 jovens universitários de seis cidades brasileiras. Os relatos dos respondentes apontaram, em geral, dificuldades na percepção da presença social devido à sobreposição de demandas e expectativas sociais derivadas de duas modalidades interacionais: via dispositivos móveis e face a face.


Palavras-chave


Presença social. Interações sociais. Interações mediadas. Dispositivos de comunicação móveis. Jovens universitários.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1807-8583201944.184-203



Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)