Experienência de Integração da Experimentação Remota No Ensino De Física Do Ensino Médio: Percepção dos Alunos

Autores

  • Carine Heck UFSC
  • Karine dos Santos Coelho UFSC
  • José Pedro Schardosim Simão UFSC
  • Isabela Nardi da Silva UFSC
  • Juarez Bento da Silva UFSC
  • Simone Meister Sommer Bilessimo UFSC

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.70662

Palavras-chave:

Experimentação remota, ensino de física, educação básica

Resumo

A presente pesquisa teve por objetivo identificar e analisar a percepção dos
alunos do Ensino Médio acerca do uso e da integração da experimentação remota no ensino e aprendizagem de Física. A investigação foi desenvolvida na 3ª série do Ensino Médio na disciplina de Física de uma escola pública Estadual de Santa Catarina. A pesquisa foi precedida por um questionário que visava traçar o perfil tecnológico dos estudantes, e sucedida por outra que procurava verificar a opinião dos estudantes sobre experimentação remota e o impacto que estas tecnologias podem ter em sua educação por conta de proporcionarem aulas práticas. Na percepção dos alunos, a experimentação remota contribui para motivação no estudo de física e proporciona novas formas de aprender para além do quadro e giz.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-12-29

Como Citar

HECK, C.; DOS SANTOS COELHO, K.; PEDRO SCHARDOSIM SIMÃO, J.; NARDI DA SILVA, I.; BENTO DA SILVA, J.; MEISTER SOMMER BILESSIMO, S. Experienência de Integração da Experimentação Remota No Ensino De Física Do Ensino Médio: Percepção dos Alunos. Revista Novas Tecnologias na Educação, Porto Alegre, v. 14, n. 2, 2016. DOI: 10.22456/1679-1916.70662. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/70662. Acesso em: 13 abr. 2024.

Edição

Seção

TIC e seus efeitos na configuração das ecologias cognitivas