O comum como ação cultural: novos arranjos para uma política da cultura

Autores

  • Rodrigo dos Santos Monteiro PUC-SP/Doutorando
  • Christine Greiner PUC-SP/Professora

Palavras-chave:

política do comum, cultura, necropolítica, ação cultural, política da cultura

Resumo

O objetivo deste artigo é observar o surgimento de novos modos de lidar com a política cultural brasileira, que começaram a ser testadas na última década e agora com o agravamento da situação a partir da extinção do Ministério da Cultura em 2019, tornam-se cada vez mais importantes. Para analisar as novas circunstâncias, apresentamos a noção de comum-ismo a partir de Gielen e Dockx, o exemplo do Festival Olhares Sobre o Corpo, testado no contexto brasileiro, na cidade de Uberlândia, e das ações do coletivo Estopô Balaio e da Trupe da Lona Preta, grupos atuantes na cidade de São Paulo.  Em todos estes exemplos, uma ação coletiva estabeleceu, através da arte, novas formas de subjetividade e ativismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo dos Santos Monteiro, PUC-SP/Doutorando

Doutorando e mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP. Bacharel em Comunicação das Artes do Corpo pela mesma universidade.

Christine Greiner, PUC-SP/Professora

Professora livre-docente da PUC-SP. Leciona no Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica e na graduação em Comunicação das Artes do Corpo.

Referências

BOTELHO, Isaura. Dimensões da cultura: políticas culturais e seus desafios. São Paulo: Edições Sesc São Paulo, 2016.

DOCKX, Nico.; GIELEN, Pascal (orgs). Commonism: a new aesthetics of the real. Amsterdam: Valiz, 2018.

GIELEN, Pascal.; LAVAERT, Sonja. The salt of the earth: on communism: an interview with Antonio Negri. In DOCKX, Nico; GIELEN, Pascal (orgs). Commonism: a new aesthetics of the real. Amsterdam: Valiz, 2018. Págs. 91-116.

KATZ, Helena. Olhares sobre o corpo. In: www.helenakatz.pro.br/interna.php?id=9, 2012.

(acesso em 01 de julho de 2019)

MBEMBE, Achile. Necropolítica. São Paulo: Edições n-1, 2018.

OTTE, Hanka.; GIELEN, Pascal. When politics becomes unavoidable: from community art to commoning art. In DOCKX, Nico; GIELEN, Pascal (orgs). Commonism: a new aesthetics of the real. Amsterdam: Valiz, 2018. Págs. 269-282.

SANTANA, Michael S. S. O Programa Mais Cultura nas Escolas: Gerando o Resgate Cultural. In: 8º Encontro Internacional de Formação de Professores, 2015, Aracaju. ANAIS DO 8º ENFOPE, 2015.

Disponível em:

https://eventos.set.edu.br/index.php/enfope/article/viewFile/1231/232

(acesso em 01 de julho de 2019)

TURINO, Célio. Pontos de cultura: O Brasil de baixo para cima. São Paulo: Ed Anita Garibaldi, 2010.

Publicado

2020-03-11

Como Citar

Monteiro, R. dos S., & Greiner, C. (2020). O comum como ação cultural: novos arranjos para uma política da cultura. Revista Brasileira De Estudos Da Presença, 10(2), 01–16. Recuperado de https://seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/94611

Edição

Seção

Ação Cultural e Ação Artística