O Corpo, a Imagem em Movimento e a Marionete: a cena contemporânea oriunda de formas [in]animadas

Autores

  • Renata Ferraz (Universidade de Lisboa – Lisboa, Portugal) Bolsista da CAPES Ministério da Educação do Brasil Brasília - DF 70040-020 Brasil.

Palavras-chave:

Imagem em Movimento, Corpo em Cena, Formas Animadas, Projeção Mapeada, Hibridismo

Resumo

Por meio deste artigo busca-se encontrar possíveis formas de criação cênica a partir do entrecruzamento de tecnologias consideradas antagônicas, como é o caso do corpo em cena, da marionete e da projeção mapeada. Pretende-se, através desta reflexão, problematizar as hierarquias cênicas históricas, de modo a possibilitar a fusão entre os três expedientes em epígrafe, na perspectiva de que não seja possível subtrair nenhum deles do fazer teatral. Para levar a cabo tal reflexão, optou-se por analisar o espetáculo R.O.O.M. (Re-Organization Of Material), da companhia alemã Meinhardt Krauss Feigl (Cinematographic Theatre). 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Ferraz (Universidade de Lisboa – Lisboa, Portugal), Bolsista da CAPES Ministério da Educação do Brasil Brasília - DF 70040-020 Brasil.

CAPES - Bolsa de Doutorado Pleno no Exterior

Universidade de Lisboa, Portugal

Publicado

2016-04-25

Como Citar

Ferraz (Universidade de Lisboa – Lisboa, Portugal), R. (2016). O Corpo, a Imagem em Movimento e a Marionete: a cena contemporânea oriunda de formas [in]animadas. Revista Brasileira De Estudos Da Presença, 6(2), 226–241. Recuperado de https://seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/58982

Edição

Seção

Cena e Tecnologia