Performance, Charivari e Política

Maria Beatriz Medeiros (Universidade de Brasília, Brasília/DF, Brasil)

Resumo


Este texto trata de performance, charivari, isto é, manifestação política de rua com sua desorganização necessária, e política.
Para tanto, conversa com Amselek, Lacan, Derrida, Agamben e Rancière, discutindo o início: aisthesis, tohu-bohu ou linguagem? Real ou realidade? A performance não é ficção nem representação. Ela não apresenta, ela presenta, presentifica, torna presente algo que antes não estava posto. A arte pode ser ficção. A performance à qual nos referimos não é
ficção: ela joga na cara o real irredutível a representações.


Palavras-chave


Performance; Aisthesis; Charivari; Manifestação; Política

Texto completo:

ACESSO / ACCESS / ACCÈS

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS DA PRESENÇA - Brazilian Journal on Presence Studies - e-ISSN 2237-2660 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil - http://www.seer.ufrgs.br/presenca

 

       

 

 

Crossref Similarity Check logo

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.