AVALIAÇÃO INDIVIDUAL E CORRELAÇÃO DOS MARCADORES SOROLÓGICOS E DO TESTE DE AMPLIFICAÇÃO DE ÁCIDO NUCLÉICO PARA OS VÍRUS DA HEPATITE B E HEPATITE C NA TRIAGEM DE DOADORES DE UM BANCO SANGUE DE PORTO ALEGRE - RS

Autores

  • Mellyzie Assucena de Souza Calegaro Curso de Biomedicina do Centro Universitário Metodista – IPA
  • Deborah Veiga Santos Serviço de Hemoterapia Marques Pereira
  • Cristine Blume Brietzke Serviço de Hemoterapia Marques Pereira
  • Laura Vicedo Jacociunas Curso de Biomedicina do Centro Universitário Metodista – IPA

Palavras-chave:

Sorologia, Nat, Hepatites, Banco de sangue, Hemoterapia

Resumo

Introdução: A hemoterapia consiste no tratamento terapêutico através da transfusão sanguínea, assim se faz necessária a realização de exames laboratoriais de alta sensibilidade para minimizar os riscos transfusionais aos doadores e receptores. No estudo foi avaliada a prevalência de marcadores sorológicos para Hepatite B e C em um banco de sangue de Porto Alegre- RS, e a correlação entre a sorologia e o teste NAT.

Métodos: Estudo quantitativo, descritivo e retrospectivo realizado através da análise das informações dos doadores de sangue em banco de dados de um Banco de Sangue de Porto Alegre, nos anos de 2017 e 2018, avaliando resultados da sorologia e o teste NAT para hepatite B e Hepatite C.

Resultados: Das 17.181 doações de sangue, o total de bolsas sorologicamente reagentes foi 162 (0,94%) reagentes para o Anti-HBc, 20 (0,12%) amostras foram positivas para o HbsAg e 62 (0,36%) reagentes para o Anti-HCV. Apenas 4 (0,02) amostras foram reagentes simultaneamente para o Anti-HBC e para o HbsAg, as quais foram também positivas no teste NAT. Já o teste NAT nas amostras reagente para Hepatite C, corresponderam a 18 (0,10%).

Conclusões: A evolução da biotecnologia vem auxiliando a biossegurança nas transfusões de sangue. Considerando que a implementação do teste NAT é relativamente recente nos bancos de sangue, sugere-se mais estudos com períodos diferentes de tempo para a pesquisa de resultados satisfatórios, além disso, possibilitando elucidar ainda mais os resultados voltados à segurança transfusional e a associação dos testes sorológicos e o teste NAT nos bancos de sangue.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mellyzie Assucena de Souza Calegaro, Curso de Biomedicina do Centro Universitário Metodista – IPA

Curso de Biomedicina do Centro Universitário Metodista – IPA

Deborah Veiga Santos, Serviço de Hemoterapia Marques Pereira

Serviço de Hemoterapia Marques Pereira

Cristine Blume Brietzke, Serviço de Hemoterapia Marques Pereira

Serviço de Hemoterapia Marques Pereira

Laura Vicedo Jacociunas, Curso de Biomedicina do Centro Universitário Metodista – IPA

Coordenadora do Curso de Biomedicina e de Ciências Biológicas do Centro Universitário Metodista – IPA

Downloads

Publicado

2021-02-03

Como Citar

1.
Calegaro MA de S, Santos DV, Brietzke CB, Jacociunas LV. AVALIAÇÃO INDIVIDUAL E CORRELAÇÃO DOS MARCADORES SOROLÓGICOS E DO TESTE DE AMPLIFICAÇÃO DE ÁCIDO NUCLÉICO PARA OS VÍRUS DA HEPATITE B E HEPATITE C NA TRIAGEM DE DOADORES DE UM BANCO SANGUE DE PORTO ALEGRE - RS. Clin Biomed Res [Internet]. 3º de fevereiro de 2021 [citado 26º de novembro de 2022];40(2). Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/103797

Edição

Seção

Artigos Originais