Olhares das crianças sobre a cidade de Porto Alegre

Autores

  • Ana Marta Meira Grupo de Pesquisa em Educação e Arte — GEARTE/UFRGS, Porto Alegre/RS, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.22456/2357-9854.128443

Palavras-chave:

Psicanálise, Educação, Arte, Cidade, Criança

Resumo

O artigo apresenta reflexões, análises e experiências da pesquisa Olhares das Crianças Sobre a Cidade de Porto Alegre: infância contemporânea, psicanálise, educação e arte, tendo como foco os olhares das crianças sobre a cidade de Porto Alegre a partir de articulações transdisciplinares entre psicanálise, educação, arte, cultura, história e urbanismo. Olhares infantis sobre a cidade revelam que para além dos espelhos reais há possibilidades de experenciar a cidade com a criação de laços coletivos sistemáticos, a partir de redes imaginárias e simbólicas que outorgam consistência ao lugar constituinte da infância no espaço público e cultural da cidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Marta Meira, Grupo de Pesquisa em Educação e Arte — GEARTE/UFRGS, Porto Alegre/RS, Brasil

Psicóloga (PUC/RS, 1985; CRP/RS 07/02819) e psicanalista. Mestre em Psicologia Social e Institucional (PPGPSI/UFRGS/2004). Doutora em Educação (PPGEDU/UFRGS/2011). Experiência docente em universidades e faculdades, entre estas UFRGS e UNIFRA. Autora de artigos sobre psicologia, psicanálise, educação, brincar, cultura e infância contemporânea. Integrante do Grupo de Pesquisa em Educação e Arte — GEARTE/UFRGS-CNPq. Coordenadora do projeto Cidade das Crianças.

Referências

AGAMBEN, Giorgio. Enfance et histoire: destruction de l’expérience et origine de l’histoire. Paris: Payot et Rivages, 2002.

BAUMAN, Zygmunt. Confiança e medo na cidade. Rio de Janeiro: Zahar, 2009.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

BENJAMIN, Walter. Rua de mão única. In: Obras Escolhidas. Vol. II. São Paulo: Brasiliense, 1993.

BENJAMIN, Walter. A obra de arte na era de sua reprodutibilidade técnica. Magia e técnica, arte e política. In: Obras Escolhidas. Vol. I. São Paulo: Brasiliense, 1986.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: artes de fazer. Petrópolis: Vozes, 2001.

CHOAY, Françoise. L’Urbanisme: utopies et réalités, une antologie. Paris: Éditions du Seuil, 1965.

CLARK, Lygia. Caminhando. Arquivos. Rio de Janeiro: Associação Cultural, 1964. Disponível em: <https://portal.lygiaclark.org.br/acervo/ 189/caminhando >. Acesso em: 6 ago. 2022.

DARMON, Marc. Ensaios sobre a topologia lacaniana. Porto Alegre: Artes Médicas. 1994.

DIDI-HUBERMAN, Georges. L’image survivante: histoire de l’art et temps des fantômes selon Aby Warburg. Paris: Les Éditions de Minuit, 2002.

FRATO, Francesco Tonucci e. La ciudad de los niños, un modo nuevo de pensar la ciudad. In: ZAINKO, Maria Amelia Sabbag (org.). Cidades Educadoras. Curitiba: Universidade Federal do Paraná, 1997.

FREUD, Sigmund. El poeta y los sueños diurnos. In: Obras completas, v. II. Madrid: Biblioteca Nueva, 3. ed., 1973.

HYPPOLITE, Jean. Comentario hablado sobre la Verneinung de Freud. Escritos 2. Buenos Aires: Siglo Veintiuno, 1988.

MEIRA, Ana Marta. Olhares das crianças sobre a cidade de Porto Alegre: infância contemporânea, psicanálise, educação e arte. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, UFRGS, Porto Alegre, 2011. Disponível em: <http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/29782>. Acesso em: 2 ago. 2022.

MEIRA, Ana Marta. A cultura do brincar: A infância contemporânea, o brincar e a cultura no espaço da cidade. UFRGS, 2004. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social e Institucional) – Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2004. Disponível em: <http://www.lume.ufrgs.br/ handle/10183/5120>. Acesso em: 20 ago. 2022.

MEIRA, Ana Marta. (org.). Novos sintomas. Salvador: Ágalma, 2003; 2011.

MEIRA, Ana Marta. Corrupio, palavra e imagem: a Cidade das Crianças entre passos no Centro Histórico de Porto Alegre. In: POSSAMAI, Zita (org.). Leituras da Cidade. Porto Alegre: Evangraf e EDUFRGS, 2010. p. 199-208.

MEYER, Augusto. Segredos da infância: No tempo da flor. Porto Alegre: EDUFRGS, 1996.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. O imaginário da cidade: visões literárias do urbano: Paris, Rio de Janeiro, Porto Alegre. Porto Alegre: EDUFRGS, 2002.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. Sensibilidades no tempo, tempo das sensibilidades. Revista Nuevo Mundo Mundos Nuevos, Paris: Cerma, 2004.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. Sensibilidades: escrita e leitura da alma. Texto. Disciplina Teoria da História e Historiografia I: Sensibilidades. UFRGS. Porto Alegre. 2006/I.

PIAGET, Jean. Para onde vai a educação? Rio de Janeiro: José Olympio, 1973.

SCHMIDT, Benito (org.). Bom Fim. Um bairro muitas histórias. Catálogo da Exposição organizada por Benito Schmidt e Museu da UFRGS. Porto Alegre: Museu da UFRGS, PROREXT, 2011.

SENNETT, Richard. O corpo e a cidade na civilização ocidental: carne e pedra. Rio de Janeiro: Record, 1997.

SENNETT, Richard. O declínio do homem público: as tiranias da intimidade. São Paulo: Companhia das Letras, 1988.

TONUCCI, Francesco. La ciudad de los niños: un modo nuevo de pensar la ciudad. Buenos Aires: Losada, 1996.

Downloads

Publicado

2022-11-11

Como Citar

MEIRA, A. M. . Olhares das crianças sobre a cidade de Porto Alegre. Revista GEARTE, [S. l.], v. 9, 2022. DOI: 10.22456/2357-9854.128443. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/gearte/article/view/128443. Acesso em: 26 jan. 2023.

Edição

Seção

Dossiê GEARTE: 25 anos