Jardim de chuva: sistema de biorretenção para o manejo das águas pluviais urbanas

Autores

  • Tássia dos Anjos Tenório de Melo Departamento de Engenharia Civil Centro de Tecnologia e Geociências Universidade Federal de Pernambuco
  • Artur Paiva Coutinho Departamento de Engenharia Civil Centro de Tecnologia e Geociências Universidade Federal de Pernambuco
  • Jaime Joaquim da Silva Pereira Cabral Departamento de Engenharia Civil Centro de Tecnologia e Geociências Universidade Federal de Pernambuco
  • Antônio Celso Dantas Antonino Departamento de Energia Nuclear Centro de Tecnologia e Geociências Universidade Federal de Pernambuco
  • José Almir Cirilo Departamento de Engenharia Civil Centro de Tecnologia e Geociências Universidade Federal de Pernambuco

Palavras-chave:

Técnica Compensatória, Drenagem urbana, Retenção, Infiltração

Resumo

Uma abordagem sustentável da drenagem urbana em ambientes construídos precisa integrar todo o sistema de águas urbanas. Uma das formas de se conseguir isso é melhorando a infiltração no próprio lote com a utilização de jardins de chuva, técnica do tipo controle na fonte, baseada no conceito de biorretenção e compensação das áreas impermeáveis. Este trabalho apresenta um estudo experimental de um jardim de chuva, em Recife, avaliando as funções de retenção, armazenamento e infiltração da água de chuva proveniente de um telhado. Devido à elevada taxa de infiltração na superfície (312,0 mm/h), as águas rapidamente se infiltram na estrutura. Os modelos introduzidos por Horton e Mezencev foram utilizados para representar as características de infiltração do solo natural e da primeira camada do jardim de chuva, tendo apresentado resultados satisfatórios. Uma análise de custo foi implementada, e avaliaram-se o desempenho e o custo de construção para diversos tempos de retorno (2, 5, 10 e 25 anos) e durações (de 10 min a 120 min). Durante o período de  monitoramento não foi observado extravasamento na estrutura. O jardim de chuva piloto apresentou resultados satisfatórios, mostrando-se uma técnica aplicável para o manejo das águas pluviais urbanas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-08-10

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)