Estudos de reordenamento físico de assentamentos urbanos construídos espontaneamente: o Programa Guarapiranga na Região Metropolitana de São Paulo

Autores

  • Regina Maria Valletta Universidade de São Paulo

Palavras-chave:

assentamentos habitacionais urbanos espontâneos, reordenamento físico, saneamento, avaliação

Resumo

O artigo apresenta os resultados de uma pesquisa sobre projetos de reordenamento físico de assentamentos urbanos habitacionais espontâneos, caracterizados pela precariedade em diversos âmbitos: social, urbano, econômico e saneamento. Este estudo enfoca aspectos de saneamento básico pela investigação de experiências consolidadas recentemente na Região Metropolitana de São Paulo, especificamente em áreas de recuperação ambiental. Foi realizada a avaliação de projetos de redesenho de assentamentos e dos Processos de execução das obras, assim como observações em campo nos referidos assentamentos. Os resultados indicam a necessidade de ampliação e flexibilização das diretrizes técnicas de projeto que possibilitem o desenvolvimento de soluções alternativas mais abrangentes e de tecnologias mais adequadas, tendo em vista os objetivos de perenização das obras executadas e da sustentabilidade das intervenções, fundamentais principalmente em áreas ambientalmente frágeis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads