Propriedades reológicas e hidratação de cimentos ternários contendo resíduos de mármore, porcelanato, bloco cerâmico e fosfogesso

Autores

Palavras-chave:

Reologia, Hidratação, Resíduo de mármore, Resíduo cerâmico, Fosfogesso, Cimentos ternários.

Resumo

Não há pesquisas que demonstrem o efeito de matérias-primas residuais combinadas como alternativa às fontes naturais em cimentos do tipo LC3. Nesse contexo, o objetivo deste estudo é avaliar a influência da composição de cimentos ternários contendo resíduos industriais sobre as suas propriedades reológicas e de hidratação. Como matérias-primas foram utilizados cimento Portland (CP), resíduos de bloco cerâmico (RBC), de porcelanato (RP), de mármore (RM) e fosfogesso (FG). O comportamento reológico das pastas foi analisado pela evolução do mini-abatimento no tempo e reometria rotacional. A hidratação foi avaliada por calorimetria isotérmica e DRX/Rietveld. Um incremento na área superficial específica implicou no aumento da tensão de escoamento e viscosidade plástica da pasta. O RBC e RP possuem reatividade pozolânica, apresentando incremento do teor de fases não cristalinas (incluindo C-S-H). Os CTs atingiram no mínimo 70% da resistência à compressão da pasta de CP V ARI. Os resultados sugerem que os resíduos RBC, RP, RM e FG podem ser utilizados como alternativa para redução do fator clínquer e redução dos impactos ambientais e econômicos associados à extração de matérias-primas naturais para produção de cimentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Rita Damasceno Costa, Universidade Federal da Bahia

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil (PPEC) pela Universidade Federal da Bahia, engenheira civil e mestra pela mesma instituição, com intercâmbio acadêmico pelo Ciências sem Fronteiras (graduação sanduíche 2015-2016) na Technische Universität Kaiserslautern (Alemanha). Possui experiência em laboratório na produção de cimentos alternativos e análise do seu desempenho, com enfoque na reutilização de resíduos, modelagem termodinâmica da composição e redução de impactos ambientais.

Jardel Pereira Gonçalves, Universidade Federal da Bahia

Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Estadual de Feira de Santana (1998), mestrado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2000) e doutorado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005). Atualmente é professor associado da Escola Politécnica - Departamento de Construção e Estruturas da Universidade Federal da Bahia. Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Energia e Ambiente (UFBA) e Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil (UFBA). Tem experiência na área de Engenharia Civil atuando principalmente nos seguintes temas: materiais e construção civil, tecnologia da construção, sistemas construtivos, materiais cimentíceos, cimentos ecoeficientes, nanotecnologia e novos materiais, infraestruturta para engenharia de petróleo, pastas de cimentação, meio ambiente e aproveitamento de resíduos sólidos.

Publicado

2022-09-12

Edição

Seção

Edição Especial sobre Aproveitamento de Resíduos na Construção

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)