Práticas culturais e comportamento social em informação

Autores

  • Nadi Helena Presser Departamento de Ciência da Informação. Universidade Federal de Pernambuco
  • José Antonio Moreiro González Departamento de Biblioteconomia y Documentación. Universidad Carlos III de Madrid

DOI:

https://doi.org/10.19132/1808-5245233.11-31

Palavras-chave:

, Cultura. Normas sociais. Comportamento em informação. Contexto social.

Resumo

O objetivo geral do ensaio é examinar como os aspectos sociais do comportamento humano se conformam no processo de identificação das necessidades, da busca e do uso de informação, na perspectiva de ampliar o debate na Ciência da Informação (CI) sobre perspectivas teórico-metodológicas do paradigma social. Em uma abordagem interdisciplinar, a análise tem seu suporte teórico epistemológico fundamentado em Bauman, especificamente, suas críticas às bases fundadoras do uso do conceito de cultura na sua dimensão social. Na área CI, o objeto de estudo são as teorias desenvolvidas por Chatman, especificamente suas análises sobre os fatores que agem como barreiras à informação em um contexto controlado por normas sociais. Esses referenciais sugerem deslocar a concepção de cultura para além do âmbito da reprodução de um conjunto de normas e valores compartilhados e aceitos coletivamente, para uma posição na qual a ação social é uma dinâmica de transformação do meio social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nadi Helena Presser, Departamento de Ciência da Informação. Universidade Federal de Pernambuco

Professora permanente do Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação (PPGCI) e do Mestrado em Gestão Pública (MGP) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Doutora em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

José Antonio Moreiro González, Departamento de Biblioteconomia y Documentación. Universidad Carlos III de Madrid

Professor catedrático de Biblioteconomia e Documentação da Universidade Carlos III de Madri Espanha. Doutor em História pela UNED. Faculdade de Geografía e História da Espanha.

Referências

BAUMAN, Z. Ensaios sobre o conceito de cultura. Rio de Janeiro: Zahar, 2012.

CAPURRO, R. Epistemologia e ciência da informação. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 5., 2003, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: UFMG, 2003.

CHATMAN, E. A. Framing social life in theory and research. The New Review of Information Behaviour Research, London, v. 1, p. 3-17, Dec. 2000.

CHATMAN, E. A. The impoverished life-world of outsiders. Journal of the American Society for Information Science, New York, v. 47, n. 3, p. 193-206, 1996.

CHATMAN, E. A. Theory of life in the round. Journal of the American Society for Information Science, New York, v. 50, n. 3, p. 207–217, 1999.

DURKHEIM, E. As regras do método sociológico. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

DUTTON, D. G.; HEMPHILL, K. J. Patterns of socially desirable responding among perpetrators and victims of wife assault. Violence and Victims, New York, v. 7, p. 29-39, 1992.

FROHMAN, B. The power of images: a discourse analysis of the cognitive viewpoint. Journal of Documentation, London, v. 48, n. 4, p. 365-386, 1992.

HALL, S. A identidade cultural na pós-modernidade. 11. ed. Rio de Janeiro: Ed. DP&A, 2011.

HJØRLAND, B. Domain analysis: a socio-cognitive orientation for information science research. Bulletin of the American Society for Information Science and Technology, Silver Spring, v. 30, n. 3, p. 17–21, 2004. Disponível em: <http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/bult.312/pdf>. Acesso em: 1 mar. 2017.

HJØRLAND, B.; ALBRECHTSEN, H. Toward a new horizon in information science: domain-analysis. Journal of the American Society for Information Science, Washington, v. 46, n. 6, p. 400-425, July 1995. Disponível em: <http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/(SICI)1097-4571(199507)46:6%3C400::AID-ASI2%3E3.0.CO;2-Y/pdf>. Acesso em: 4 mar. 2017.

LÉVI-STRAUSS, C. Antropologia estrutural. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1975.

MIKKELSEN, E. J.; GUTHIEL, T. G.; EMENS, M. False sexual abuse allegations by children and adolescents: contextual factors and clinical subtypes. American Journal of Psychotherapy, New York, v. 46, p. 556- 570, 1992.

REDFIELD, R. Rural sociology and the folk society. Rural Sociology, Knoxville, v. 8, n. 1, p. 68–71, 1943.

SIMMEL, G. On the concept and the tragedy of culture. In: SIMMEL, G. Conflict in modern culture and other Essays. New York: Teachers College Press, 1968.

SIMMEL, G. The sociology of Georg Simmel. Glencoe: The Free Press, 1950.

SOLOMON, P. Information behavior in sense making: a three-year case study of work planning. Journal of the American Society for Information Science, Washington, p. 1-28, 1996.

Downloads

Publicado

2017-08-21

Como Citar

PRESSER, N. H.; MOREIRO GONZÁLEZ, J. A. Práticas culturais e comportamento social em informação. Em Questão, Porto Alegre, v. 23, n. 3, p. 11–31, 2017. DOI: 10.19132/1808-5245233.11-31. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/72121. Acesso em: 2 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigo