Metadados de assuntos de teses e dissertações em repositórios

estudo exploratório sobre controle de vocabulário

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19132/1808-5245284.123710

Palavras-chave:

metadados de assunto, repositórios institucionais, dissertações, teses, política de indexação

Resumo

Os metadados de teses e dissertações são inseridos nos repositórios automaticamente ou manualmente, em formato Dublin Core, diferente do utilizado pelas bibliotecas, gerando duplicidade de trabalho. O objetivo é comparar os procedimentos de tratamento temático de teses e dissertações existentes no catálogo on-line e no repositório, por meio da análise de metadados de assunto. Realizou-se estudo exploratório com estudo de caso sobre o uso de controle de vocabulário em metadados de teses e dissertações, com o repositório institucional da Universidade Estadual Paulista e o catálogo on-line Athena da mesma instituição. O estudo exploratório teve duas etapas: estudo documental da trajetória histórica de tratamento de teses e dissertações da universidade e análise de procedimentos de tratamento temático de teses e dissertações nas bases de dados, por autores e catalogadores. A análise de procedimentos de tratamento temático empregou observação de funcionamento e de rotinas e padrões, para avaliação de controle de vocabulário na análise de metadados de assuntos. Os resultados obtidos revelaram que o controle de vocabulário não é feito nas interfaces de busca para recuperação da informação e nem na lista alfabética de palavras-chave, o que significa falta de orientações aos autores, quanto à atribuição de descritores. As análises demonstraram dois tratamentos temáticos, cujos resultados são diferentes representações de assuntos, em linguagem natural, no repositório, e em linguagem controlada, no catálogo. Foram elaboradas duas propostas para o tratamento temático em metadados de assunto de teses e dissertações em repositórios e catálogos de bibliotecas. Conclui-se que as propostas poderão ser auxiliadas pela elaboração de uma política de indexação do repositório que preveja o compartilhamento de dados resultantes do autoarquivamento de teses e dissertações com o catálogo e que possa aceitar a atribuição de descritores de vocabulário controlado, além da atribuição de palavras-chave.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariângela Spotti Lopes Fujita, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Professora aposentada da UNESP - Campus de Marília; Docente Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Area: Ciência da Informação, Subárea: Biblioteconomia; Especialidade: Indexação

Rosane Rodrigues de Barros Ribas, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Especialista e Bacharel em Biblioteconomia. É bibliotecária responsável pelo Grupo Técnico de Informação e Documentação da Reitoria da Universidade Estadual Paulista (Unesp), onde atua na área jurídica, em pesquisas de normas da Universidade, redação e formatação de atos administrativos, catalogação e indexação. Colaborou com a Política de Indexação da Rede de Bibliotecas da Unesp e coordena a Comissão Permanente do Tesauro Unesp. 

Milena Maria Scarpino Rodrigues, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Bacharel em Biblioteconomia com MBA em Gestão de Unidades de Informação. Bibliotecária na Seção Técnica de Aquisição e Tratamento da Informação da Faculdade de Ciências e Letras - Campus de Araraquara da Universidade Estadual Paulista (UNESP). Atua com os cursos de Ciências Humanas, classificação, catalogação e indexação no formato MARC21 (bibliográfico e autoridade). Membro do Grupo de Linguagem Unesp da Rede de Bibliotecas da Unesp, atual Comissão Permanente do Tesauro Unesp onde colabora com os registros de autoridade e termos.

Telma Jaqueline Dias Silveira, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Bacharel em Biblioteconomia. Atualmente é diretora da Biblioteca da Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista (Unesp) Câmpus de Marília, onde atuou durante dez anos como supervisora da Seção Técnica de Aquisição e Tratamento da Informação. Possui experiência em classificação, catalogação em formato MARC21 (bibliográfico e autoridade) e indexação. Colaborou com a Política de Indexação da Rede de Bibliotecas da UNESP.

Downloads

Publicado

2022-09-27

Como Citar

FUJITA, M. S. L.; RIBAS, R.; RODRIGUES, M.; SILVEIRA, T. Metadados de assuntos de teses e dissertações em repositórios: estudo exploratório sobre controle de vocabulário. Em Questão, Porto Alegre, v. 28, n. 4, p. 123710, 2022. DOI: 10.19132/1808-5245284.123710. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/123710. Acesso em: 29 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos