Competência em informação, sobrecarga de informação e vulnerabilidade em informação em estudantes de cursos pré-vestibular públicos e gratuitos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19132/1808-5245283.116985

Palavras-chave:

Competência em informação, Sobrecarga de informação, Vulnerabilidade em informação, Cursos pré-vestibulares, Estudantes

Resumo

Este trabalho tem como objetivo compreender a sobrecarga de informação em alunos de cursos pré-vestibular públicos, gratuitos e comunitários, identificando relações e princípios norteadores da competência em informação do público-alvo. Com relação à metodologia, a pesquisa teve abordagem qualitativa e ênfase na fenomenologia. A investigação foi realizada por meio de pesquisas bibliográfica e documental, além de entrevistas com 38 estudantes de quatro cursos pré-vestibulares, abordando seus sentimentos e experiências relacionados à competência em informação, sobrecarga de informação e vulnerabilidade em informação. Os resultados apontam que alguns estudantes apresentam percepções tácitas da competência em informação, alinhadas aos conceitos da literatura. Na maior parte, eles se sentem inseguros quanto a aspectos como a confiabilidade da informação, métodos de organização pessoal e técnicas de estudo mais eficientes. Mesmo reconhecendo a sobrecarga de informação e relatando os sintomas psicossomáticos, em maior número os estudantes não se consideram prejudicados pelo fenômeno. Eles também reportam situações em que se sentiram vulneráveis, em especial por causa de fatores como baixa autoestima e dificuldades de compreender conteúdos. Concluiu-se que os entrevistados reconhecem a importância da informação para suas vidas e para a sociedade. Mesmo sem conhecer os fundamentos da competência em informação, os entrevistados apresentam reflexões pertinentes sobre o tema.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dilva Páscoa De Marco Fazzioni, Universidade Federal de Santa Catarina

Graduação em Biblioteconomia pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Graduação em Arquivologia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Especialização em Gestão de Unidades de Informação pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Mestrado em Ciencias da Informação pela pela Universidade Federal de Santa Catarina. Doutorado em Ciencia da Informação (em andamento) pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Elizete Vieira Vitorino, Universidade Federal de Santa Catarina

Bolsista Produtividade CNPq, Nível 2, Processo: 308821/2019-0, a partir de março de 2020. Pós doutora pela Faculdade de Letras (FLUP), da Universidade do Porto (UP), Portugal, no período de jan. 2015 a jan. 2016 por meio da Agência de Fomento CAPES e do Programa Estágio Sênior no Exterior (Processo: BEX 2398/14-1). Doutora em Engenharia de Produção (2004) na área de Mídia e Conhecimento e Educação a Distância (EaD) e Mestre em Engenharia de Produção (1996) na área de Gestão da Qualidade em Bibliotecas, ambas titulações conferidas pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Graduação em Biblioteconomia pela UFSC (1991). Professora concursada (2006) e pesquisadora do Departamento de Ciência da Informação (CIN), Centro de Ciências da Educação (CED), da UFSC com atuação nos Cursos de Biblioteconomia, Arquivologia e Ciência da Informação. Desde o ano de 2006 dedica-se, além do ensino, extensão e administração na UFSC, à pesquisa na área da competência em informação (information literacy). É Professora Pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PGCIN) em nível de mestrado e doutorado, cujas disciplina e orientações se desenvolvem na área da competência em informação. É fundadora e líder do Grupo de Pesquisa GPCIn - Competência em Informação, cadastrado no CNPq e certificado pela UFSC desde o ano de 2006. 

Downloads

Publicado

2022-08-04

Como Citar

FAZZIONI, D. P. D. M.; VITORINO, E. V. Competência em informação, sobrecarga de informação e vulnerabilidade em informação em estudantes de cursos pré-vestibular públicos e gratuitos. Em Questão, Porto Alegre, v. 28, n. 3, p. 116985, 2022. DOI: 10.19132/1808-5245283.116985. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/116985. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos