Escrita e Alteridade: um texto em viagem-enigma

Margareth Schaffer

Resumo


Abordamos, neste texto, experiências de escrita e os impasses da subjetivação na atualidade, através dos laços sociais que constituem o sujeito. A ancora gemteórica dá-se através da educação, da psicanálise e da linguagem, bem como de reflexões surgidas das experiências com escritas de orientandos e de alunos, tanto na universidade como na escola. A partir dessas reflexões, propomos tratar a experiência da escrita não como uma transcrição, mas, sim, como um outro sistema – um desejo de escrita –, o qual comporte a noção de inscrição de um ato de singularidade possível, cujo endereçamento – laço social – vise ao enodamento entre a experiência da escrita como viagem-enigma e a alteridade do sujeito.


Palavras-chave


Viagem-enigma. Experiência. Escrita. Alteridade. Laço Social.

Texto completo:

Acesso ao artigo


Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo