ENTRE A MARQUISE E A PISTA CENTRAL. ESPAÇO PARA O TEMPO LIVRE NO PARQUE DO IBIRAPUERA

Paulo Cezar Nunes Junior, Silvia Cristina Franco Amaral

Resumo


Este artigo tem como tema central a relação entre lazer e espaço urbano. Foram feitas trinta e oito visitas ao Parque do Ibirapuera (São Paulo), e por meio do método de pesquisa antropológico, busca-se discutir o papel dos diferentes usos que um mesmo espaço pode conter para as práticas de lazer. As diversidades observadas na pista central e as subversões apresentadas pela marquise sugerem o mote para que estes e outros locais possam vir a ser espaço para o tempo livre.


Palavras-chave


Atividades de lazer. Áreas verdes. Antropologia



DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.8017

Direitos autorais



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment