OS ESTUDOS DO LAZER NO BRASIL - APROPRIAÇÃO DA OBRA DE MARX E ENGELS

Elza Margarida de Mendonça Peixoto

Resumo


Balanço da apropriação da obra de Marx e Engels
pela produção do conhecimento referente aos estudos do
lazer no Brasil, correspondente à análise de 15 estudos que
afirmam que Marx elege o trabalho como necessidade e obrigação
suprema do indivíduo, sem, no entanto, fazer referência
às obras lidas. Destacam-se os estudos e os estudiosos que
repetem esta afirmação para, em seguida, debater e comprovar
sua inverdade, com o apoio em passagens das obras de Marx
e Engels. Destacam-se os desafios que os estudiosos devem
enfrentar para promover o avanço da produção do conhecimento
acerca da problemática do lazer.


Palavras-chave


Atividades de lazer. Estado da arte. Marx. Engels. Marxismo. Bibliografia como assunto.

Texto completo:

PDF-BR PDF-EN


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.2675

Direitos autorais



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment