A INCIDÊNCIA DE DESVIOS POSTURAIS EM MENINAS DE 6 A 17 ANOS DA CIDADE DE NOVO HAMBURGO

Cíntia Detsch, Cláudia Tarragô Candotti

Resumo


O objetivo deste estudo foi verificar a incidência de desvios posturais em escolares. Foram realizadas avaliações posturais estáticas, goniométricas e medições das distancias escapulares em meninas entre 6 e 17 anos de idade (n=154). Os resultados indicaram que é comum a ocorrência de desvios posturais, principalmente a partir dos 10 anos, quando passa a ocorrer também um percentual maior de assimetrias entre as medidas do lado direito e esquerdo da cintura escapular e pélvica. Analisando as faixas etárias como um todo, os desvios mais observados foram: anteriorizaçao da coluna cervical (66,23%), protusão de ombros (47,40%), abdução escapular (80,52%), nipercifose dorsal (10,39%), hiperlordose lombar (31,17%) e cifolordose (29,22%).

 

The objective of this study was to identify the incidence of postural deformity in students. Assessments of static posture, goniometrics and scapular measurements were mada in girls from 6 to 17 years old (n=154). The results indícate that the occurrence of postural deviation is common, specially from 10years old, when also starts to occur i righer percentage of asymmetry between the left and right sides of both the scapular and pelvic girths. The deformities most frequently observed were: anteriorization of the cervical spine


Palavras-chave


Escolares. Avaliação postural. Goniometria.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.2622

Direitos autorais




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment