INFLUÊNCIA DO GÊNERO, NÍVEL EDUCACIONAL E PRÁTICA DESPORTIVA DOS PAIS NOS HÁBITOS ESPORTIVOS DAS CRIANÇAS EM IDADE ESCOLAR

Adrián Mateo-Orcajada, Raquel Vaquero-Cristóbal, Lucía Abenza-Cano, Sonia María Martínez-Castro, Ana María Gallardo-Guerrero, Alejandro Leiva-Arcas, Antonio Sánchez-Pato

Resumo


A importância dos pais na atividade física dos seus filhos durante a adolescência foi previamente afirmada, mas poucos estudos determinaram quais são as variáveis mais determinantes. O objetivo do presente estudo foi analisar a influência dos estereótipos de gênero, o nível educacional e o nível de prática desportiva dos pais sobre a prática desportiva dos seus filhos. A amostra foi composta por 965 adolescentes e 1599 pais da Região de Múrcia. Os resultados mostraram diferenças na prática desportiva dos adolescentes ao considerar o nível educacional das mães, a atividade física realizada pelos pais para os homens, a frequência da prática das mães para as mulheres e os estereótipos de gênero das mães. Como conclusões, é de notar que os estereótipos de gênero e o nível de educação dos pais influenciaram a prática do desporto pelos adolescentes.

 


Palavras-chave


Exercício físico. Adolescente. Estereotipagem de gênero. Pais.



DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.109610

Direitos autorais 2021 Movimento (ESEFID/UFRGS)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment