A interdisciplinaridade como instrumento de ação comunicativa

Marco Donizete Paulino da Silva, Luciana de Souza Gracioso

Resumo


Parte-se da percepção da necessidade de uma consideração holística dos elementos epistemológicos envolvidos na construção do conhecimento no tempo contemporâneo, tendo como elementos-chave, tanto a exigência de uma conscientização cidadã do indivíduo quanto o uso de um instrumento que potencialize essa conscientização, ainda que se reconheça o caráter utópico desse projeto. O conceito de interdisciplinaridade (e seus múltiplos sentidos) foi entendido como recurso de aplicação recorrente no desenvolvimento e ampliação do conhecimento humano e científico. Da articulação dessas premissas, propôs-se a consideração do termo interdisciplinaridade como um instrumento-tecnologia de ação comunicativa, capaz de intermediar o mundo da vida e os sistemas sócio-institucionais, promovendo o encontro (ou resultando do encontro) de intersubjetividades de sujeitos atuantes nesses dois espaços. Objetivando-se verificar a pertinência dessa proposição, aplicou-se a análise hermenêutico-dialética sobre textos nacionais e internacionais que abordam o conceito de interdisciplinaridade na perspectiva de vários teóricos do campo da Filosofia e da Sociologia. As argumentações em torno desse tema se deram por meio dos seguintes conceitos-base, nas seguintes filiações: Ação Comunicativa, Racionalidade, e Pretensões de Validez, por Jürgen Habermas; e, de Interdisciplinaridade, em Leo Apostel et al. – com considerações de Japiassu e Alvarenga et al. Concluiu-se que o ambiente da esfera pública é, potencialmente, um espaço de construção interdisciplinar do conhecimento e que sua natureza conscientizadora poderia beneficiar a promoção mais abrangente da interdisciplinaridade em espaços diferenciados.

Palavras-chave


Interdisciplinaridade; Teoria da ação comunicativa; Método hermenêutico-dialético; Sujeito da Ação comunicativa; Mundo da vida.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1808-5245242.188-209



Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Facebook | EQ no Google Scholar

Classificação Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Comunicação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)