Políticas culturais e bibliotecas do Cariri cearense

Autores

  • Vitória Gomes Almeida Universidade Federal da Paraíba. http://orcid.org/0000-0003-2663-4936
  • Maria das Graças Targino Professora do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UFPB e Coordenadora do Curso de Alfabetização e Letramento vinculado ao Centro de Educação Aberta a Distância / UFPI. http://orcid.org/0000-0002-7563-3473

DOI:

https://doi.org/10.19132/1808-5245241.244-266

Palavras-chave:

Políticas públicas de cultura. Bibliotecas. Ações culturais. Cariri cearense.

Resumo

Este artigo discute a cultura e sua instrumentalização sob a forma de políticas públicas no âmbito das bibliotecas brasileiras. Objetiva saber em que medida as bibliotecas estão inseridas nas políticas nacionais de cultura - Plano Nacional de Cultura e o Plano Nacional do Livro e Leitura – e como vêm sendo aplicadas as metas desses planos. Estabelece um recorte de análise nos programas e projetos desenvolvidos em três bibliotecas do Cariri cearense - Biblioteca Inspiração Nordestina, Juazeiro do Norte; Biblioteca do Centro de Artes e Esportes, Barbalha; e Biblioteca Pública do Crato, Crato, em razão da pluralidade e diversidade cultural existente nessa localidade. Realiza o estudo por meio de revisão bibliográfica e da aplicação de questionários para bibliotecários e auxiliares das bibliotecas analisadas. Conclui-se que apesar de existirem muitas dificuldades e barreiras para o pleno funcionamento das bibliotecas, as ações e atividades contribuem para a efetivação das metas propostas nos planos, bem como constata a relevância dessa discussão dentro da Biblioteconomia, uma vez que falar em política cultural é referir-se aos fenômenos informacionais, que evocam questões de uso, apropriação e circulação da informação, assim como à produção e organização do conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vitória Gomes Almeida, Universidade Federal da Paraíba.

Mestranda em Ciência da Informação, pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Bacharel em Biblioteconomia, pela Universidade Federal do Cariri (UFCA). Capacitada em Gestão Cultural pelo Ministério da Cultura (MinC) e UFCA. Atua na área de produção cultural, com ênfase em ações voltadas para o incentivo à leitura. Desenvolve estudos e pesquisas sobre os seguintes temas: informação e cultura, memória, oralidade e patrimônio cultural.

Maria das Graças Targino, Professora do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UFPB e Coordenadora do Curso de Alfabetização e Letramento vinculado ao Centro de Educação Aberta a Distância / UFPI.

Pós-Doutora em Jornalismo e Doutora em Ciência da Informação, professora do quadro permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UFPB e Coordenadora do Curso de Alfabetização e Letramento vinculado ao Centro de Educação Aberta a Distância / UFPI.

Downloads

Publicado

2018-02-16

Como Citar

ALMEIDA, V. G.; TARGINO, M. das G. Políticas culturais e bibliotecas do Cariri cearense. Em Questão, Porto Alegre, v. 24, n. 1, p. 244–266, 2018. DOI: 10.19132/1808-5245241.244-266. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/71013. Acesso em: 27 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos