A violência na escola: como os sociólogos franceses abordam essa questão

Autores

  • Comissão Editorial Sociologias Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Bernard Charlot

Palavras-chave:

violência, escola, relações sociais, práticas pedagógicas

Resumo

A violência na escola é um fenômeno social. Para tornar-se objeto de pesquisa, esse fenômeno deve ser definido pelo pesquisador. Ademais, uma boa parte do esforço de pesquisa consiste em definir do que se fala. Este artigo analisa a maneira como os sociólogos franceses abordam a questão da violência e as distinções conceituais que eles propõem: a violência na escola, à escola e da escola; a violência, a agressão, a agressividade; a violência, a transgressão, a incivilidade, etc. Por baixo da violência como sintoma, é necessário estudar a tensão engendrada, ao mesmo tempo, pelas relações sociais e pelas práticas quotidianas da escola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bernard Charlot

Professor de Ciências da Educação, ESCOL, Université Paris 8 Saint Denis.

Downloads

Como Citar

SOCIOLOGIAS, C. E.; CHARLOT, B. A violência na escola: como os sociólogos franceses abordam essa questão. Sociologias, [S. l.], v. 4, n. 8, 2008. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/sociologias/article/view/5864. Acesso em: 8 fev. 2023.