Regulação em saúde: análise de conceitos fundamentais

Autores

  • Comissão Editorial Sociologias Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Janice Dornelles de Castro

Palavras-chave:

economia da saúde, saúde pública, demanda em saúde, regulação em saúde

Resumo

As atribuições do Estado com relação à garantia dos direitos de acesso aos cuidados de saúde ampliaram-se após a promulgação da Constituição Federal de 1988 que introduziu a garantia do acesso universal e integral. Além disso, a efetiva política de descentralização das ações de saúde para estados e, principalmente, para os municípios gerou a necessidade de debater sobre responsabilidades e atribuições dos diferentes níveis de governo, dos cidadãos, do Estado e dos setores público e privado. E por fim, as políticas públicas voltadas à redução da intervenção do Estado na economia também trazem à tona essa questão polêmica. Nesta medida, propusemo-nos a discutir neste artigo as falhas de mercado que ocorrem no setor saúde e justificam a intervenção do Estado para alcançar a otimização na alocação e na distribuição dos recursos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janice Dornelles de Castro

Dra. em Saúde Coletiva pela Unicamp e professora da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul e do Centro de Ciências Econômicas da Unisinos.

Downloads

Como Citar

SOCIOLOGIAS, C. E.; DE CASTRO, J. D. Regulação em saúde: análise de conceitos fundamentais. Sociologias, [S. l.], v. 4, n. 7, 2008. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/sociologias/article/view/5781. Acesso em: 9 dez. 2022.

Edição

Seção

Dossiê